Prefeitura prepara programação alusiva ao Outubro Rosa

Programação inclui ações envolvendo diversas secretarias municipais

Porto Velho, RO -
Com a chegada do mês de outubro, a Secretaria Municipal de Administração (Semad) de Porto Velho está preparando uma programação especial alusiva à campanha “Outubro Rosa”. As atividades estão sendo elaboradas pela Coordenadoria de Saúde Ocupacional da pasta, através da Divisão de Desenvolvimento e Planejamento de Projetos de Saúde do Servidor.

A programação tem início na próxima segunda-feira (3), com abertura oficial no auditório da Semad, a partir das 8h, com apresentação de ballet, exposição de quadros de mulheres que já tiveram câncer, promovendo a autoestima entre as mulheres, bate papo com uma médica mastologista sobre a doença, entre outros atrativos.

Já de 11 a 27 de outubro, a equipe vai para as demais secretarias realizar ações pontuais in loco. A programação encerra no dia 29 com ações externas ainda a serem confirmadas. 

“Através da coordenadoria nós temos essa preocupação de realizar campanhas de prevenção, orientação, de alerta, pois o conhecimento é a chave de tudo, principalmente neste momento com um índice de câncer tão alto entre as mulheres, mostrando a elas que isso pode acontecer com todas e a melhor forma é a prevenção através do atendimento médico e dos exames de rotina. Nossos servidores são importantes para as famílias e amigos deles, mas também para a Prefeitura, pois eles fazem parte disso aqui”, justificou a secretária adjunta da Semad, Ana Cláudia Geraldes Magalhães.

O movimento internacional de conscientização para a detecção precoce do câncer de mama foi criado no início da década de 1990, quando o símbolo da prevenção ao câncer de mama (o laço cor-de-rosa) foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York (EUA) e, desde então, promovida anualmente.

No Brasil, excluindo os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama é o mais incidente em mulheres de todas as regiões, com taxas mais altas nas regiões Sul e Sudeste. Para o ano de 2022 foram estimados 66.280 casos novos, o que representa uma taxa ajustada de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres (INCA, 2019a).


Fonte: Prefeitura de Porto Velho

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu