Bancos, Samsung, Apple e Nestlé: veja lista de credores da Americanas

Postagens Recentes

3/recent/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Ad Code



Bancos, Samsung, Apple e Nestlé: veja lista de credores da Americanas



A Americanas divulgou a lista dos seus quase 8 mil credores, entre bancos, empresas do próprio grupo e fornecedores. Dívida é de R$ 41 bi

Porto Velho, RO - A Americanas divulgou nesta quarta-feira (25/1) a lista completa de instituições financeiras e empresas com quem ainda tem dívidas a pagar. São quase 8.000 nomes, entre bancos, fornecedores e parceiros do marketplace.

A publicação da lista é uma exigência do processo de recuperação judicial. Na semana passada, a varejista obteve na Justiça o direito de congelar o pagamento de dívidas e de tentar renegociar seu passivo, que, segundo as informações publicadas hoje, chega a R$ 41 bilhões.

Os credores foram classificados em grupos, como também é usual em processos desse tipo. Explica Tiago Lopes, sócio do escritório Lollato, Lopes Advogados e especialista em reestruturação de empresas: “Os credores são divididos em quatro grupos: funcionários, credores com garantia real, credores sem garantia e pequenas e médias empresas, que, no caso da Americanas, podem ser os fornecedores”.

O maior volume de dívidas está na classe 3, que engloba bancos e instituições financeiras, responsáveis por financiar a Americanas com linhas de crédito, antecipação de recebíveis e com títulos de dívida privados, como debêntures. Os credores do grupo têm a receber R$ 41 bilhões da varejista.

O Deutsche Bank, banco alemão com sede no Brasil, é o maior credor individual, com dívida de US$ 1 bilhão (R$ 5,2 bilhões). Em seguida vem os bancos Bradesco, Santander e BTG Pactual, com dívidas de R$ 4,5 bilhões, R$ 3,6 bilhões e R$ 3,5 bilhões, respectivamente.

Entre os créditos não financeiros estão, por exemplo, um valor de R$ 3,2 bilhões a B2W Lux, empresa do próprio conglomerado Americanas que é responsável pela administração dos marketplaces na Americanas.com, Submarino, Shoptime e Sou Barato.

Outra empresa relacionada diretamente ao grupo é a JSM, emissora de títulos de dívidas da Americanas no mercado externo, a quem a varejista deve cerca de R$ 3,5 bilhões.

Fornecedores

A varejista também tem um volume significativo de dívidas com fornecedores. O maior credor desse grupo é a fabricante de eletrônicos Samsung, com dívida de R$ 1,2 bilhão. Já a Apple, concorrente da Samsung no segmento de celulares e dispositivos inteligentes, tem quase R$ 100 milhões a receber.

No ramo alimentício, a Americanas deve R$ 260 milhões à Nestlé, empresa fornecedora de chocolates e outros produtos do tipo. Com a Mondelez, das marcas Lacta, Oreo e Toblerone, a varejista tem um débito de quase R$ 100 milhões.

Até mesmo a Ambev, controlada por Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, donos de 31% das ações da Americanas, está na lista de credores. A fabricante de bebidas tem créditos de pouco mais de R$ 4 milhões com a varejista.


Fonte: Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários