Martínez explica gesto obsceno ao receber prêmio de melhor goleiro da Copa

Postagens Recentes

3/recent/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Ad Code



Martínez explica gesto obsceno ao receber prêmio de melhor goleiro da Copa


O goleiro Emiliano Martínez, da Argentina, com o prêmio Luva de Ouro, dado ao melhor goleiro da Copa do Qatar - Cao Can - 18.dez.2022/Xinhua

Um dos destaques da Argentina tricampeã mundial na Copa do Qatar, Emiliano Martínez, 30, atraiu as atenções ao receber, no estádio de Lusail, o prêmio Luva de Ouro, dado ao melhor goleiro do torneio.

Martínez colocou o troféu abaixo do abdômen e o exibiu, em atitude obscena, na direção dos torcedores, causando espanto, alguma ojeriza, e gerando interrogações.

A dúvida sobre a razão de o camisa 23, que pegou pênaltis nas disputas contra a Holanda, nas quartas de final, e França, na final, não persistiu muito, já que ele deu a explicação à rádio La Red, de seu país.

"Fiz isso porque os franceses me vaiaram. Não levo desaforo para casa", disse, dando a entender que o gesto deselegante foi uma resposta aos torcedores da França na arena que foi palco da decisão do Mundial qatariano.

Bastante passional, o camisa 23 mostrou grande vibração durante as partidas, especialmente quando defendeu pênaltis diante de holandeses e franceses –e até fez dancinha quando evitou gol de Berghuis e depois que Tchouaméni chutou para fora.


O argentino Emiliano Martinez comemora após defender um pênalti do francês Kingsley Coman durante a disputa de pênaltis Paul Childs/Reuters

Além de brilhar como pegador de pênaltis, ele foi decisivo para impedir o bicampeonato da França, e permitir à Argentina continuar na luta pelo tri, ao no final do segundo tempo da prorrogação desviar com o pé um chute forte de Kolo Muani que tinha endereço certo.

Depois da conquista e dos festejos com a seleção na Argentina, Martínez regressará à Inglaterra, onde joga pelo o Aston Villa. A Premier League será retomada na segunda-feira (26), depois da interrupção para a Copa do Mundo.

Postar um comentário

0 Comentários