Projetos de parceria e fomento da agropecuária de Rondônia são anunciados durante visita a Israel


Pela primeira vez, foi realizado um evento para promover a aquicultura rondoniense, da Amazônia, nesse país deslumbrante

Porto Velho, RO - 
Em antecipação aos encontros que o governador de Rondônia, Marcos Rocha, agendou para a COP-27 (Conferência das Partes), que acontece entre 6 e 18 de novembro, foram debatidos na cidade israelense de Tel Aviv-Yafo, nesta quinta-feira (10), projetos de parceria e transferência de tecnologia para o Estado de Rondônia no evento denominado “A Night in the Amazon” (Uma Noite na Amazônia), com objetivo de promover a psicultura de Rondônia.

Também conhecida simplesmente por Tel Aviv, que para muitos é a capital de Israel, por conter as embaixadas de países que têm relação com o país, a cidade tem agendados três encontros com objetivos de impulsionar a segurança pública e ampliar relações comerciais com estímulo às exportações de Rondônia.



Com a participação do presidente da Câmara de Comércio Brasil – Israel, Renato Ochman e seu vice-presidente, Jack Magid, entre outros convidados, o evento “A Night in the Amazon”, organizado pelo governo de Rondônia e a Câmara de Comércio Brasil-Israel contou com mais de 50 convidados.

“Pela primeira vez, foi realizado um evento para promover a aquicultura rondoniense, da Amazônia, nesse país deslumbrante do Oriente Médio”, pontuou o governador. Para ele, este foi um dia histórico para a internacionalização do Tambaqui Rondoniense.



No encontro foram servidos 23kg de Tambaqui Rondoniense e 2 Bandas de Pirarucu. As iguarias foram apresentadas a embaixadores, autoridades locais, CEO`s e stakeholders. A ideia é que após o Festival do Tambaqui em Nova York 2022, a festividade em Israel vai impulsionar o pescado rondoniense a nível mundial. Desta forma, pretende-se mitigar eventuais empecilhos comerciais entre Rondônia e nações europeias e assim ampliar o comércio internacional.

O interesse para o Estado amazônico, segundo o governador é promover o conceito de que o Tambaqui é o melhor peixe do mundo, e é um peixe da Amazônia. Além disso, vai articular junto a empresas e potenciais investidores de Agrotech com a Secretaria de Desenvolvimento (SEDEC) para o agronegócio de Rondônia. Conjuntamente o Estado busca participar do Pavilhão Agrotech de Israel para Rondônia Rural Show 2023 e conectar demais empresas e entidades para o Invest Rondônia.



O Estado de Rondônia permanece na liderança quanto a produção de tambaqui no Brasil conforme a Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2021, o estado produziu 34 mil toneladas, o que corresponde a 36,7% da produção nacional.

Ainda de acordo com o IBGE, no ranking de municípios, Rondônia também é destaque, tendo 14 entre os 25 maiores produtores de tambaqui. A pesca e aquicultura sustentáveis são conectados com a COP 27 e promovem a economia verde do Estado de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu