Reunião apresenta prestação de contas parcial da parceria Adra e Prefeitura

Atendimento de imigrantes na capital passa de 219 pessoas de várias nacionalidades

Porto Velho, RO
- O secretário municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), Claudi Rocha, participou na quarta-feira (28) da reunião de prestação de contas parcial da parceria entre a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra) e a Prefeitura de Porto Velho.

Na reunião, o diretor regional da Adra, João Dias, informou que o número de atendimento de imigrantes passa de 219 pessoas, de várias nacionalidades, em pouco mais de cinco meses de acolhimento. Os venezuelanos foram os mais atendidos, mas também foram atendidos imigrantes de nacionalidade argentina, cubana, haitiana e colombiana.

Ainda de acordo com o diretor da agência, são servidas em média 150 refeições por dia, garantindo três refeições diárias para os acolhidos, com acompanhamento de profissionais. Também é realizado trabalho especializado social por meio de encaminhamentos com a equipe técnica formada por um coordenador, assistente social e psicóloga que é reforçada por um time de educadores sociais e voluntários que acreditam e atuam na causa.

Para o secretário da Semasf, a parceria com a Adra foi uma estratégia muito bem pensada e acertada da gestão, porque ampliou-se rapidamente a oferta de vagas para acolhimento das pessoas que estavam nas ruas. São 40 vagas com a Adra e 40 vagas em outra parceria com a Cáritas, que acolhe imigrantes indígenas da etnia Warao.

“Estamos muito felizes com o resultado apresentado, da execução dos recursos repassados, pois estamos vendo o atendimento e os direitos sociais dessa população sendo viabilizados ", completou o secretário.

Participaram da reunião a promotora de Justiça, Daniela Nicolai, a coordenadora de Assistência Social da Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), Fabiane Passarini, representando o Governo do Estado, equipe técnica da Semasf, representante do Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Velho e representantes de entidades da sociedade civil.


Fonte: Prefeitura de Porto Velho

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu