Will Smith: entenda as possíveis punições ao ator que a Academia analisa após o tapa em Chris Rock


Revogação do Oscar de Melhor Ator, veto em premiações futuras e presença proibida em cerimônias serão pontos discutidos na reunião desta sexta

Porto Velho, RO - Uma pessoa próxima à família de Will Smith disse à revista americana "US Weekly" que as circunstâncias após o Oscar têm sido "um pesadelo" para todos da família dele. Os holofotes da cerimônia em vez de terem se voltado para sua primeira vitória como melhor ator no Oscar se dirigiram para o tapa que deu em Chris Rock, quando este fez uma piada sobre a cabeça raspada de Jada Smith, esposa de Will, que tem alopecia.

Como consequência, ele se internou numa clínica de reabilitação e deixou de integrar a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA, que ainda avalia uma medida em resposta à agressão.

O
climão tomou conta da cerimônia do Oscar. O ator Will Smith deu um tapa em Chris Rock no palco do Dolby Theater, contrariado com uma piada sobre a calvície de sua mulher, Jada Pinkett Smith

Uma comissão se reunirá nesta sexta-feira para decidir a possível punição de Smith, que pode chegar à revogação de seu prêmio de Melhor Ator. Outras opções seriam impedir que ele seja indicado em premiações futuras e de participar das cerimônias. O julgamento estava inicialmente marcado para o dia 18 para que Smith tivesse tempo de se defender. Como ele renunciou à Academia, acabou sendo adiantada para esta sexta.

Fontes do jornal "The Sun" afirmam que os 54 membros do Board of Governors, que controlam a Academia, estão divididos. Muitos consideram que retirar o Oscar de Melhor Ator seria uma punição exagerada, especialmente diante do fato de que Harvey Weinstein e Roman Polanski, condenados por crimes sexuais, não tiveram seus Oscar rescindidos.

“Tem sido um pesadelo para todos”, disse a fonte. “Will sabe que o caminho para a redenção será longo e doloroso, e há uma parte dele que amadureceu para aceitar que nunca será capaz de reparar totalmente o dano causado”.

Publicamente, os filhos dele, Tre, Jaden e Willow, e sua mulher, Jada, não comentaram especificamente sobre o tapa para não atrair ainda mais atenção ao caso, informou a "US Weekly".

"Eles sabem que o melhor curso de ação é ficar de boca fechada", acrescentou a fonte. “O único curador é o tempo”.

Will Smith, por sua vez, pediu desculpas pela atitude na premiação, descrevendo-a como “inaceitável e imperdoável”.

O ator escreveu em sua conta no Instagram a seguinte mensagem:

"A violência em todas as suas formas é venenosa e destrutiva. Meu comportamento no Oscar de ontem à noite foi inaceitável e imperdoável. Piadas às minhas custas fazem parte do trabalho, mas uma piada sobre a condição médica de Jada era demais para mim e reagi emocionalmente.

Eu gostaria de me desculpar publicamente com você, Chris. Eu passei da linha e errei. Estou envergonhado e minhas ações não foram indicativas do homem que quero ser. Não há lugar para violência em um mundo de amor e bondade.

Também gostaria de pedir desculpas à Academia, aos produtores do programa, a todos os participantes e a todos que assistem ao redor do mundo. Eu gostaria de me desculpar com a Família Williams e minha Família King Richard. Lamento profundamente que meu comportamento tenha manchado o que tem sido uma jornada linda para todos nós.

Eu sou um trabalho em andamento.
Sinceramente,
Will".


Fonte: O Globo

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu