Tropas russas avançam pela costa da Ucrânia para vetar acesso de Kiev ao Mar Negro


Invasores tiveram sucesso na conquista da usina nuclear de Zaporizhzhia e a cidade portuária de Mykolaiv

Porto Velho, RO - A Rússia entrou na segunda semana de guerra na Ucrânia com o objetivo de controlar a costa da Ucrânia e vetar o acesso de Kiev ao Mar Negro. Depois de tomar Kherson na quarta-feira, e a usina nuclear de Zaporizhzhia, na quinta, as as forças russas avançaram mais profundamente no sul da Ucrânia nesta sexta-feira, 4, para tomar a cidade portuária de Mykolaiv.

Aproximadamente 800 veículos russos, incluindo uma coluna de lançadores de foguetes, avançavam sobre Mykolaiv do norte, leste e sul. Senkevych disse que não houve bombardeios dentro da cidade, mas que as forças ucranianas entrincheiradas ao longo do perímetro da cidade foram disparadas por foguetes de longo alcance, forçando-os a recuar constantemente. "A cidade está pronta para a guerra", disse o prefeito.

O principal navio da Marinha ucraniana, Hetman Sagaidachny, foi afundado em Mykolayiv para impedir que os russos a alcançassem, de acordo com o Centro Militar Ucraniano. A fragata passava por reparos no local. Segundo os planos, após a liberação dos territórios dos militares russos, os compartimentos do navio devem ser secos e os trabalhos de reparo continuarão.

A Rússia está tentando permitir que as forças separatistas que apoia na Crimeia, península do sul que a Rússia anexou em 2014, se conectem por terra com as forças que apoia no leste da Ucrânia. Segundo Orysia Lutsevych, chefe do grupo Fórum da Ucrânia em Chatham House, um instituto de política de Londres, tropas russas também estão atacando a cidade portuária de Mariupol. “Kherson e Mykolaiv se sentem pressionados desde a anexação da Crimeia em 2014 pela possibilidade da ponte terrestre”, afirma.

Fonte: Estadão


Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu