Polícia prende casal suspeito de matar pedreiro por causa de muro


Policiais da Delegacia de Homicídios de Porto Velho prenderam temporariamente o casal Anderson H.T. e Rossilene M.S, acusado de matar a tiro o pedreiro Sidnei Pires Passos, 46 anos, no dia 17 de outubro do ano passado, em uma chácara, no bairro Jardim Santana, zona leste de Porto Velho.

De acordo com a delegada Leisaloma Carvalho, que coordena as investigações, a vítima foi morta, após uma discussão com o casal, por causa da construção de um muro. “Houve um desacerto entre os acusados e a vítima. Por conta disso, Sidnei foi ameaçado de morte pelos dois investigados e uma semana depois o homem foi morto a tiro”, disse a delegada.

Durante as investigações, os policiais tiveram acesso às ameaças feitas pelo casal, através de mensagens de celular. “Todo o conteúdo das ameaças estava registrado no celular da vítima, inclusive as ameaças de morte”, detalhou Leisaloma Carvalho.

Além das prisões, os investigadores apreenderam os aparelhos celulares usados pelo casal, que vão ajudar nas investigações.

O crime

A esposa da vítima relatou aos policiais que chegou a ouvir os disparos, durante a madrugada, mas ela não saiu para verificar o que estava acontecendo.

Ao amanhecer, uma pessoa que passava perto da chácara bateu palmas na porta da casa da moradora e informou que tinha um homem caído em seu quintal. Foi quando ela saiu e constatou que era o esposo.

Uma equipe do Samu ainda foi acionada, mas o homem já estava sem vida.


Foto: Rondoniagora

Fonte: Rondoniagora 

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu