Mais de 250 reeducandos em Rondônia são aprovados no Encceja e avançam no nível escolar

Postagens Recentes

3/recent/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Ad Code



Mais de 250 reeducandos em Rondônia são aprovados no Encceja e avançam no nível escolar

  

Número de certificados no Estado se divide em 162 aprovados no nível fundamental e 115 no médio

Dando seguimento ao trabalho de ressocialização da população carcerária do Estado, por meio da Educação, o Governo de Rondônia obteve um número de 277 reeducandos certificados através do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade – Encceja Nacional PPL. A Secretaria de Estado da Justiça – Sejus obteve 2.168 inscritos no Encceja 2022, um aumento de 50% em relação ao ano de 2021.

O número de certificados no Estado se divide em 162 aprovados no nível fundamental e 115 no médio. O resultado foi divulgado pelo site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep, responsável pela aplicação das provas, e estão disponíveis na página do participante desde o final de dezembro.

O governador do Estado, Marcos Rocha destacou o avanço da ressocialização, através da oferta de Educação aliada ao trabalho. “Estamos proporcionando oportunidades em relação ao trabalho. O Estado tem avançado em número de reeducandos inseridos em atividades laborais e gradualmente estamos aumentando a quantidade de inscritos e aprovados, tanto no Encceja quanto no Enem PPL, além dos cursos profissionalizantes ofertados em todo o Estado. Com isso, aumentamos as chances de ressocialização da população carcerária, diminuindo o índice de reincidência criminal”, concluiu o governador.

PROCESSO DA PROVA

A prova, realizada desde 2002, é gratuita e voluntária, possibilitando que os reeducandos avancem no nível escolar durante o cumprimento de pena, concluindo o nível fundamental ou médio, podendo após a conclusão do ensino médio; iniciar no ensino superior por intermédio do Exame Nacional do Ensino Médio para pessoas privadas de liberdade – ENEM PPL. Os reeducandos se preparam através de leitura realizada na própria unidade. Segundo o coordenador pedagógico da Sejus, Flávio Mendes, para as próximas edições serão ministradas aulas preparatórias para um melhor aproveitamento da prova.


Fonte
Texto: Taiana Mendonça
Fotos: Luís Marcos Rodrigues do Nascimento e Helene Nobre
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários