Chefe da Otan defende aumento significativo de armas para Ucrânia

Postagens Recentes

3/recent/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Ad Code



Chefe da Otan defende aumento significativo de armas para Ucrânia


Secretário-geral falou no Fórum Econômico Mundial, na Suíça

Porto Velho, RO - A Ucrânia precisa de um "aumento significativo" de armas em um momento crucial da invasão russa e esse apoio é o único caminho para uma solução pacífica negociada, disse o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, nesta quarta-feira.


Líderes de Defesa de cerca de 50 países e da Otan se reunirão na base aérea de Ramstein, na Alemanha, na sexta-feira (20), a mais recente de uma série de reuniões desde que as forças russas invadiram a Ucrânia há quase 11 meses.

"Este é um momento crucial na guerra e a necessidade é de um aumento significativo no apoio à Ucrânia", disse Stoltenberg à Reuters em entrevista nos bastidores do Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça.

"Se queremos uma solução pacífica negociada amanhã, precisamos fornecer mais armas hoje."

O foco em Ramstein não deve ser o que os Estados Unidos fornecerão, mas se a Alemanha suspenderá sua oposição ao envio de seus tanques de batalha Leopard para a Ucrânia ou, pelo menos, aprovará sua transferência a partir de países aliados.

Stoltenberg permaneceu cauteloso sobre o assunto, dizendo que as consultas continuam, embora tenha saudado a decisão britânica de enviar tanques Challenger para Kiev.

Esta semana, o Reino Unido aumentou a pressão sobre Berlim ao se tornar o primeiro país ocidental a enviar tanques ocidentais, prometendo um esquadrão de 14 Challengers, mas os Leopards são vistos como a melhor escolha para fornecer à Ucrânia uma força de tanques em grande escala.


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

0 Comentários