Italiano Carlo Ancelotti, do Real Madrid, é 'forte candidato' a suceder Tite na seleção

Postagens Recentes

3/recent/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Ad Code



Italiano Carlo Ancelotti, do Real Madrid, é 'forte candidato' a suceder Tite na seleção



Técnico recebeu sondagem e abriu as portas para assumir o Brasil em meados de 2023

Porto Velho, RO - Carlo Ancelotti, italiano que comanda o Real Madrid, é "forte candidato" para assumir o lugar de Tite na seleção brasileira a partir de maio de 2023.

O interesse no treinador de 63 anos foi revelado pelo portal "Uol" nesta segunda-feira, e confirmado pela reportagem do GLOBO.

Fontes que dialogam com a empresa CAA Base, responsável por conduzir a negociação do técnico com o Real Madrid, confirmam que há conversas em andamento.

A CBF, por sua vez, nega qualquer procura ainda. A reportagem também fez contato com representantes do técnico, mas não houve retorno até a publicação.


Confira a nota da CBF:

Nota Oficial da Diretoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Futebol

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vem a público reiterar que o presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, não nomeou ou autorizou qualquer pessoa da confederação (vice-presidentes, diretores, executivos ou funcionários) ou de fora da confederação (presidentes de federação ou dirigentes de clubes) a procurar, em nome da Presidência, qualquer treinador ou profissional do futebol para a composição da equipe que irá trabalhar junto à Seleção Brasileira Masculina de Futebol, com foco na classificação para a Copa do Mundo de 2026. A CBF também desautoriza qualquer pessoa a falar em nome da entidade sobre o assunto.

Em nota divulgada no dia 17 de novembro, a posição oficial da CBF já havia sido informada: o anúncio do novo treinador e da comissão técnica só será feito em janeiro de 2023. A CBF reforça, ainda, que Ednaldo Rodrigues irá tratar de todo o processo de escolha com seriedade, isenção e tranquilidade, ou seja, sem considerar pressões. Tudo será conduzido de forma responsável e com clareza, seguindo as diretrizes de sua gestão, com o objetivo máximo de fazer o melhor para o futebol brasileiro nos próximos anos.

- Não falo nem com os meus familiares sobre esse assunto. Por isso, nenhum dirigente ou funcionário da CBF está autorizado a falar do futuro da Seleção. Quem falar sobre isso, não estará dizendo a verdade, além de causar danos ao trabalho da imprensa e levar desinformação aos torcedores. Isso é um desrespeito. Todo o processo será feito com total isenção, tempo e estudo necessários - afirmou Ednaldo Rodrigues.


Contrato até 2024

Ainda de acordo com o "Uol", Ancelotti foi consultado pela primeira vez em outubro, antes da Copa do Mundo. O técnico do Real Madrid tem contrato até junho de 2024 e não fechou as portas para o Brasil.

Até meados de 2023 a CBF teria que colocar na vaga de Tite um treinador interino. A entidade considera outros nomes de estrangeiros, entre eles Jorge Jesus e Abel Ferreira, mas nenhum deles é unanimidade. Brasileiros como Fernando Diniz, Dorival Jr e Mano Menezes estão na mesma situação.

O presidente Ednaldo Rodrigues pretende iniciar o desmanche da comissão técnica de Tite nos próximos dias e prometeu ter um novo treinador a partir de janeiro de 2023. Entretanto, o dirigente não falou sobre o assunto após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo.


Fonte: O Globo

Postar um comentário

0 Comentários