Aula especial com base filosófica debaterá a roupa como imagem

Postagens Recentes

3/recent/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Ad Code



Aula especial com base filosófica debaterá a roupa como imagem


Com duração de duas horas, a masterclass ministrada pelo professor Brunno Almeida Maia já está com as inscrições abertas ao público geral

Porto Velho, RO - 
Adquirir e reciclar conhecimento nunca é demais. Com foco em pessoas interessadas nas áreas de ciências humanas e moda, tanto no aspecto criativo quanto teórico, o pesquisador em filosofia e teoria de moda pela Unifesp, Brunno Almeida Maia, idealizou uma nova masterclass. Com foco no tema A Roupa Como Imagem, o curso terá duração de duas horas e ocorrerá on-line no dia 15 de dezembro.

Vem saber mais detalhes!

A aula A Roupa Como Imagem: Por uma Fenomenologia da Moda será dividida em cinco tópicos. São eles: a moda como faculdade da aparência; as formas da vestimenta como a história do corpo; vestimenta e “caligrafia dos gestos”; moda e subjetividade: subvertendo sujeito e objeto e o corpo-vestido na moda como imagem sensível no mundo.

“A minha pesquisa é sempre voltada para atualidade contemporânea. Sempre uma pergunta para problematizar e consequentemente criticar questões contemporâneas relacionadas à moda. Sempre dialogando com a tradição. Então, é uma pergunta para atualidade, buscando nos autores, nos quais eu me filio, não uma resposta. Mas, pelo menos, um alargamento da percepção do momento atual histórico”, introduz Brunno em entrevista à coluna.Slim Aarons/Getty Images

A masterclass abordará a roupa como imagem

Graphic House/Archive Photos/Getty ImagesA aula será ministrada pelo pesquisador Brunno Almeida Maia

Fox Photos/Hulton Archive/Getty ImagesTerá duração de duas horas

Central Press/Hulton Archive/Getty Images

E será realizada on-line

O pesquisador destaca que, em um dos últimos momento da aula, será aberto um espaço para debate, perguntas, troca de informações e opiniões entre o grupo formado. Para embasar os diálogos, Brunno Almeida Maia trará autores dos anos 1960, como Guy Debord, com a obra A Sociedade do Espetáculo.

O pesquisador também aponta que vivemos num imaginário coletivo e social mediado pelas imagens. “Nesse sentido, pensamos a roupa. Não apenas como imagem; estou me referindo à capacidade que a moda tem de criar narrativas imagéticas e compor imaginários por meio dos editoriais, campanhas, fashion films e desfiles”, endossa.

Brunno também enfatiza que a vestimenta, enquanto um objeto externo, acaba por criar a subjetividade pessoal e o papel enquanto sujeito. “Não há aqui apenas uma relação do objeto da vestimenta como algo morto, mas muito pelo contrário ele ganha vida e neste ganhar vida, ele acaba por influenciar a minha percepção do mundo e a percepção que eu possuo do meu próprio eu bom e a relação”, complementa.
Mirrorpix/Mirrorpix via Getty Images

O estudioso embasa a aula em filósofos

Slim Aarons/Getty ImagesCom referência que vai dos anos 1960 até a contemporaneidade

William Vanderson/Fox Photos/Hulton Archive/Getty ImagesAs inscrições já estão abertas

Reg Burkett/Daily Express/Getty Images

Com foco no público da área e entusiastas

“No sentido de como é a vestimenta, ao criar subjetividade, ela desenha aquilo que a filósofa brasileira Gilda de Melo e Souza vai conceituar como caligrafia do gestos. Ou seja, a capacidade que é vestimenta tem de compor com o todo da aparência um desenho da gestualidade que se dá no movimento do tempo”, explica o professor.

A masterclass promovida pelo Espaço f/508 de Cultura ocorrerá nesta quinta-feira (15/12), em uma aula de duas horas de duração. As inscrições estão abertas no site.

Aos interessados pelo assunto, Brunno Almeida Maia também antecipa que, um dia antes, ministrará outro curso. Em realização com o Adelina Instituto, a aula on-line terá o tema A Teoria de Moda em Flávio de Carvalho. Está marcada para o dia 14 de dezembro, com direito à visita técnica, que será mediada no dia 17 de dezembro.


Fonte: Metrópoles


Postar um comentário

0 Comentários