Ucrânia: Kiev é alvo de bombardeios


Pelo menos oito pessoas morreram e 24 ficaram feridas

Porto Velho, RO - Pelo menos duas explosões foram ouvidas no centro de Kiev hoje (10), às 8h (hora local, 6h em Lisboa). Os relatos chegam de várias fontes civis e militares. Há vários meses, a capital ucraniana não sofria bombardeios. O ataque ocorre dois dias depois da explosão na ponte da Crimeia.

Kiev está de novo debaixo de bombardeios russos. As explosões parecem ser muito mais centrais do que os ataques no início da guerra, informa a BBC.

"A capital está sob ataque de terroristas russos!" afirmou o prefeito de Kiev, Vitaliy Klitschko, acrescentando que mísseis atingiram "a infraestrutura crítica" da cidade.

"Infelizmente, há mortos e feridos", escreveu o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, em mensagem na rede social Telegram.

"A Rússia tenta nos destruir e varrer da face da terra", afirmou Zelenskiy, pedindo à população de Kiev que permaneça em abrigos.

Há registro de oito mortes civis e 24 feridos como resultado dos ataques com mísseis em Kiev, declarou um assessor do ministro do Interior ucraniano.

Seis carros pegaram fogo após o ataque e mais de 15 veículos foram danificados, disse Rostyslav Smyrnov em publicação no Facebook.

Smyrnov crescentou que 30 trabalhadores do serviço de emergência e seis unidades de resposta compareceram ao local, no distrito de Shevchenkivskyy, da capital ucraniana.

Além de Kiev, chegam relatos de ataques a outras cidades ucranianas como Kharkiv, Lviv, Dnipro e Zaporizhia, que também foram alvos de mísseis russos durante a manhã.

Em Kharkiv, a queda de três misseis causaram danos em infraestruturas de fornecimento elétrico.

O fornecimento de eletricidade e água em algumas áreas da cidade está interrompido, mas o prefeito de Kharkiv, Ihor Terekhov, informou que "especialistas e trabalhadores de serviços públicos fazem o possível para restaurar a vida normal na cidade".

Fonte: Agência Brasil


Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu