Rússia fará consultas antes de delimitar regiões que diz ter anexado

Ucrânia e Ocidente denunciam anexações como apropriação ilegal

Porto Velho, RO
- Três dias depois de anunciar a anexação de quatro regiões da Ucrânia, o Kremlin informou, nesta segunda-feira (3), que precisará fazer consultas para definir as fronteiras de dois dos territórios.

"Continuaremos a consultar as pessoas que vivem nessas áreas", afirmou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres, referindo-se às regiões sul de Kherson e Zaporizhzhia.

Ele disse que não poderia especificar o formato da consulta.

A incapacidade da Rússia de dizer se está reivindicando todas as regiões ocupadas, ou apenas as partes controladas por suas forças, destaca a natureza apressada e confusa das anexações, as quais a Ucrânia e o Ocidente denunciaram como apropriação ilegal de terras.

A Ucrânia tem obtido ganhos significativos desde a cerimônia de anexação do Kremlin na sexta-feira (30) -, incluindo hoje a região de Kherson, onde autoridade instalada pela Rússia disse que as forças ucranianas fizeram avanços e que a situação está tensa.


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu