Prêmio Nobel da Literatura é atribuído à francesa Annie Ernaux

Academia citou escrita "consistente e de diferentes ângulos"

Porto Velho, RO
- O Prêmio Nobel da Literatura de 2022 foi atribuído à autora francesa Annie Ernaux. A laureada foi anunciada pela Academia sueca, em Estocolmo, nesta quinta-feira (6).

Segundo a Academia, a escritora francesa foi premiada “pela coragem e acuidade clínica com que descortina as raízes, os estranhamentos e os constrangimentos coletivos da memória pessoal”.

A Academia distinguiu Annie Ernaux pela escrita "de forma consistente e de diferentes ângulos", na qual "examina uma vida marcada por fortes disparidades de gênero, linguagem e classe" e reconheceu que o caminho da escritora francesa "foi longo e árduo".

A escritora francesa é autora de obras como Os Anos e O Acontecimento (que inspirou o filme com o mesmo nome).


Annie nasceu em 1940 e cresceu na pequena cidade de Yvetot, na Normandia. Apesar do estilo clássico, a autora autointitula-se "uma etimologista de si mesma", mais do que uma escritora de ficção.

Mas a ambição de ir além dos padrões da ficção levou a escritora a tentar reconstituir metodicamente o seu passado, em uma prosa autobiográfica que a Academia Sueca descreve como uma espécie de diário em bruto.

O laureado de 2021 com o Nobel da Literatura foi Abdulrazak Gurnah “pela sua penetração intransigente e compassiva dos efeitos do colonialismo e do destino dos refugiados no abismo entre culturas e continentes”.

A cerimônia de entrega do Nobel da Paz será no dia 10 de dezembro em Oslo, na Noruega, onde os laureados recebem o prêmio, que consiste em uma medalha e um diploma, juntamente com um documento que confirma o montante monetário do prêmio, que este ano é de 10 milhões de coroas suecas (cerca de 919 mil euros, no câmbio atual) a ser dividido pelas várias categorias.


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu