Início das obras de drenagem do Novo Hospital de Urgência e Emergência concretiza compromisso do coronel Marcos Rocha


A drenagem externa foi iniciada imediatamente um dia após a obtenção de licença específica, concedida pela Semusb

Porto Velho, RO - O Novo Hospital de Urgência e Emergência, que irá substituir o Hospital João Paulo II, recebe avanços na obra de drenagem, parte fundamental para a operação construtiva. A Vigor Turé, empresa responsável pela construção, já obteve da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), a licença para avançar com essa fase da obra.

A drenagem externa foi iniciada imediatamente um dia após a obtenção de licença específica, concedida pela Semusb, para a drenagem externa ao lote do Hospital, que fica no bairro Três Marias, na zona Leste de Porto Velho.

O governador coronel Marcos Rocha, candidato à reeleição pelo União Brasil (44) explica que paralelo às ações de drenagem, o projeto do Hospital segue em fase de aprovação em alguns órgãos competentes, que avaliam itens importantes para o funcionamento e acessibilidade ao Hospital. “Estão sendo avaliados itens relacionados à calçada, estacionamento e acessibilidade externa. O novo hospital é um compromisso que vamos realizar para atender melhor a nossa população", explica o coronel Marcos Rocha.

LICENÇAS

Para a construção do Novo Hospital, a empresa já conseguiu as licenças da Agevisa, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e do Corpo de Bombeiros, órgãos que analisaram criteriosamente todo o projeto, cada um observando seu escopo de atuação.

Pedro Henrique Ferreira, engenheiro da Vigor Turé e responsável técnico pela execução da drenagem explica que a empresa imediatamente iniciou estudos para elaboração de um projeto de drenagem de águas pluviais que escoam as águas das chuvas no entorno do futuro Hospital e esta obra beneficiará, também, os moradores locais que residem no entorno.



"As ações tiveram início com a mobilização de equipamentos e a aquisição da tubulação de concreto. Os serviços seguem em execução, em fase de topografia e escavação. O sistema é mais uma contrapartida para a população pela implantação desse importante hospital na região", destaca o engenheiro.

Fonte: Assessoria

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu