Homem mata namorada, esconde corpo por quase uma semana e é liberado pela polícia


Ele foi indiciado por feminicídio após confessar crime, mas não foi preso por falta de flagrante

Porto Velho, RO - Um homem de 36 anos confessou à polícia que matou a própria namorada de 40 anos e que o corpo estava mantido em sua casa, em São Vicente, litoral de São Paulo. Ele foi ouvido, indiciado por feminicídio, e liberado, por não ter sido pego em flagrante. O caso segue sendo investigado.

Conforme apurado pelo Terra, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), o homicídio aconteceu no último dia 29 e o homem se apresentou espontaneamente à Polícia Civil apenas na terça-feira, 4. O corpo da namorada ficou escondido por seis dias na casa do autor do crime, no bairro Vila Jóquei Clube.

Após receber o depoimento, a autoridade policial esteve na residência do homem e encontrou o corpo da vítima. Foi solicitado perícia ao local, exame do Instituto Médico Legal (IML) e carro de cadáver.

O caso foi registrado como homicídio pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Praia Grande, também no litoral paulista.

Fonte: Diário da Amazônia


Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu