Exposição Cuniã Onírico, no Memorial Jorge Teixeira, começa na próxima sexta-feira (30)

Evento conta com apoio da Prefeitura de Porto Velho

Porto Velho, RO
- Na próxima sexta-feira (30), às 9h, inicia a vernissage da exposição Cuniã Onírico, no Memorial Jorge Teixeira, em Porto Velho, com obras do artista plástico Flávio Dutka, que retratam imagens de paisagens e criações livres do Lago do Cuniã. As telas foram produzidas entre 2020 e 2022, período em que o artista permaneceu como professor no Lago do Cuniã.

De acordo com Flávio, a obra é um caleidoscópio de imagens que se refletem na leitura deste meio, dividindo, assim, sua criação e sua inspiração. Uma relação entre paisagem e observador, e também uma reflexão sobre as questões ambientais. 

Uma arte que é fundada na concepção modernista para a ideia de artes em diversidade, com intuito de democratizar acessos, no desenvolvimento de plateia, artistas visuais, produtoras e produtores culturais.

O objetivo é propor possibilidades de desenvolvimento de experimentações e proporcionar novas oportunidades de diálogos, conhecimentos e saberes, valorizando as inúmeras vertentes estéticas e poéticas por meio de técnicas variadas.

A ação, que conta com o apoio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), faz parte do projeto Exposição de Artes Visuais do Serviço Social do Comércio (Sesc), que compreende ações destinadas à criação, produção, difusão, fruição e preservação de manifestações das artes visuais, observando sua pluralidade de fazeres, traduções, olhares e narrativas em um exercício de deslocamento. Também são parceiros a Grande Loja Maçônica de Rondônia e Associação Memorial Governador Jorge Teixeira.

A atuação do Projeto de Artes Visuais do Sesc ocorre de forma propositiva, pautando e executando ações que visam contribuir para o desenvolvimento humano, orientada pelas Diretrizes Gerais do Sesc e pela Política Cultural do Sesc, em pleno alinhamento aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, que preconiza que a Cultura contribui transversalmente para cada uma das cinco dimensões do desenvolvimento sustentável: Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parcerias.

A exposição segue até 22 de outubro, sempre às quintas, sextas-feiras e sábados, das 9h às 11h30h e das 14h às 16h, no Memorial Jorge Teixeira. A entrada é gratuita.

SOBRE O ARTISTA

Flávio Dutka é paranaense de nascimento e rondoniano de coração. Artista plástico e visual, formado em História pela Universidade Federal de Rondônia. Há 14 anos leciona História e Artes em comunidades ribeirinhas do Baixo Madeira, cenário retratado cotidianamente em seus trabalhos. 

Além de expor suas peças com regularidade, Flávio Dutka é concorrido entre os artistas de todos os segmentos da cena artística rondoniense, para ilustrar projetos (livros, discos, filmes) em diversos gêneros. Nas peças desenvolvidas ao longo do último ano, o artista explora sua técnica mista irrequieta, misturando tinta acrílica, tinta spray, verniz, nanquim e pastel seco, onde busca, além de traduzir seu olhar sobre a paisagem e sobre o meio em que vive, também refletir sobre suas memórias e lembranças.

“Não existe a necessidade de criar uma nova linguagem ou estabelecer novos padrões. Ainda mais nos dias de hoje, quando este assunto é tão importante e urgente, não somente para vivência dos ribeirinhos, mas de toda a humanidade”, reflete Dutka.


Fonte: Prefeitura de Porto Velho

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu