Cientistas defendem T. Rex como espécie única de tiranossauro poderoso

Pesquisa sobre assunto foi publicada nesta segunda

Porto Velho, RO - O T. Rex ainda reina como rei dos dinossauros, de acordo com cientistas que argumentaram, nesta segunda-feira (25), contra uma hipótese controversa deste ano de que o poderoso carnívoro tiranossauro deveria ser reconhecido como três espécies, e não apenas uma.

Sete paleontólogos disseram em pesquisa publicada nesta segunda que um estudo de março oferece evidências insuficientes para mostrar que existem três espécies de tiranossauros baseadas em fósseis do dinossauro mais famoso do mundo, citando métodos estatísticos impróprios, amostras comparativas limitadas e medições incorretas.

O T. Rex é a única espécie do gênero tiranossauro reconhecida desde que o dinossauro foi descrito pela primeira vez em 1905. Um gênero é um agrupamento mais amplo de organismos relacionados do que uma espécie.

Três outros pesquisadores disseram no estudo anterior publicado na mesma revista que três espécies deveriam ser reconhecidas com base na variação de espessura do fêmur e na forma dos dentes inferiores da frente entre cerca de três dezenas de espécimes de tiranossauro.

"As evidências precisam ser convincentes, e dividir de repente um animal tão icônico como o T. rex, conhecido há mais de 100 anos, em diferentes espécies requer uma alta carga de provas. É verdade que há variação no tamanho e forma dos ossos do T. Rex, mas em nosso novo estudo mostramos que essa variação é mínima", disse o paleontólogo da Universidade de Edimburgo Steve Brusatte, coautor do novo estudo publicado na revista Evolutionary Biology.


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu