Polícia Civil investiga organização criminosa e prende suspeitos de assassinatos em Cacoal


Ação ocorreu em desdobramento de investigações de tentativa de homicídio

Porto Velho, RO - A Polícia Civil deflagrou operação em combate a organizações criminosas responsáveis por assassinatos em Cacoal (RO). Ação ocorreu nesta quinta-feira (RO). Três pessoas foram presas.

Segundo a Delegacia Especializada na Repressão de Crimes Contra a Vida (Homicídios) de Cacoal, a operação ocorreu em desdobramento de investigações de homicídios na cidade.

Ao todo, três mandados de prisão temporária e 4 de busca e apreensão foram cumpridos. De acordo com investigações de uma tentativa de homicídio ocorrida em maio deste ano, os suspeitos fazem parte de organizações criminosas.

De acordo com a delegada Érica Nathália Demarchi, os suspeitos executaram o crime a mando de uma facção criminosa.

O inquérito policial apresentou indícios de que o crime e outras mortes, ocorridas nestes últimos dias, estariam relacionados a disputa de facções criminosas pelo domínio do crime no município.

Os agentes do Serviço de Investigação e Capturas (SEVIC) identificaram os suspeitos da ação e os membros da organização que deram ordens ao crime.

O nome da operação “Restrictus” vem do latim e significa restringir e é uma referência à disputa pelo domínio territorial das organizações criminosas em restringir uma a ação da outra. Nesse sentido, a Polícia Civil deflagrou a operação para demonstrar a soberania de um Estado dentro do território, atendendo os anseios da população, demonstrando que aqui ainda existe lei e o Estado é quem manda.

Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu