Produtores rurais recebem capacitação no Dia de Campo sobre a Produção Sustentável de Café em Monte Negro


Dezenas de produtores de café participaram, na última sexta-feira (29), do “Dia de Campo Sobre Produção Sustentável de Café”, que aconteceu em uma propriedade rural de Monte Negro, cidade da região do Vale do Jamari. Os agricultores receberam orientações sobre colheita, plantio e adubação por meio de palestras.

Promovido pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri e Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater, em parceria com a prefeitura de Monte Negro, o evento contribui para o desenvolvimento da cafeicultura de forma tecnificada, sustentável e com qualidade. Durante o evento, técnicos da Emater, Banco da Amazônia e Secretaria Municipal de Agricultura do Município de Monte Negro, palestraram e promoveram oficinas aos produtores participantes sobre diversos temas, entre eles: fermentação e adubação.

O produtor José Joaquim detalhou que atua com a cafeicultura no município há 19 anos e agradeceu pelo aprendizado ofertado no evento. “Atualmente, as lavouras modelo, são as que você trabalha com a técnica do café clonal, que traz desenvolvimento e quantidade de colheita. Aqui tenho cinco hectares de café, que produz cerca de 70 sacas por hectare. Tenho a certeza que todo produtor que participou do evento conseguiu extrair boas informações para qualificar a produto”, contou.

A gerente do escritório local da Emater em Monte Negro, Adriana Silvestre, destaca que o município tem recebido mudas de café do Governo de Rondônia, por meio do programa “Plante Mais” e que o “Dia de Campo” tem grande importância para aperfeiçoar o plantio e colheita.

“Realizamos o evento com o objetivo de orientar os novos produtores que receberam as mudas de café para trocarem informações com os técnicos capacitados. Uma das palestras foi sobre o ponto de colheita e fermentação, que orientou o produtor a obter mais qualidade no café e esperando o momento certo para colher os frutos no ponto ideal de maturação”, salientou.

O gerente Regional da Emater na região do Vale do Jamari, Matheus Folador, reiterou que o “Dia de Campo” é uma grande oportunidade para se ter contato direto com produtores e extensionistas. “Revitalizar e fortalecer a cafeicultura no Vale do Jamari é uma das missões da Emater. Oportunizar o acesso às propriedades referências e produtivas, como a do senhor Joaquim, é uma das estratégias que retomamos, depois desse período crítico da pandemia da covid-19”, detalhou.

RETORNO DAS ATIVIDADES

Depois de dois anos sem poder reunir muitos agricultores em grandes eventos educativos, a Emater retomou o atendimento dos produtores rurais em ações com a presença de público, e agora intensifica as atividades de assistência técnica para agricultores familiares, por meio de metodologias em grupos e massa.

Durante o mês de maio, serão realizados outros eventos com agricultores de todas as regiões do Estado. Mas a grande expectativa está em relação a Rondônia Rural Show Internacional, maior evento do setor rural na região Norte do Brasil, que acontecerá de 23 a 28 de maio em Ji-Paraná.

A Emater estará presente na feira para atender os agricultores que desejam apresentar propostas de financiamento aos bancos, ou elaborar projetos técnicos, para aquisição de máquinas, equipamentos, insumos ou animais expostos na feira, além da exposição de tecnologias de cultivo nas vitrines tecnológicas.


Texto: Jeferson Almeida
Fotos: Matheus Folador e Joilson Tavares
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu