Lula confirma PT como vice de Kalil em Minas em dia de visita de Bolsonaro ao estado


Em nota assinada pelo ex-presidente, nome do deputado André Quintão, que sofria resistência de uma ala do PT, foi confirmado na chapa do pré-candidato do PSD ao governo

Porto Velho, RO - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu nesta quinta-feira com Alexandre Kalil (PSD), pré-candidato ao governo de Minas, e confirmou a indicação de um nome do PT como vice na chapa do PSD para a disputa estadual. A aliança, com direito à primeira foto de Lula e Kalil lado a lado, foi oficializada em São Paulo, no mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) cumpriu agenda em Minas.

Com o aval de Lula, o PT retirou a pré-candidatura do deputado Reginaldo Lopes ao Senado para pavimentar a aliança com Kalil e o PSD, que tem o senador Alexandre Silveira como candidato à reeleição. O nome que será indicado pelo PT à chapa de Kalil é o do deputado estadual André Quintão.

"O PSD apresentará Alexandre Kalil para o governo de Minas e o senador Alexandre Silveira para a reeleição, enquanto o PT apresentará o deputado estadual André Quintão para candidato a vice-governador", diz a nota assinada por Lula.

Quintão, nome sugerido por Kalil para a chapa, sofreu resistência da ala do PT liderada por Reginaldo Lopes e pelo presidente do diretório estadual petista, Cristiano Silveira. O grupo de Lopes tentou chegar a uma aliança com o PSD mantendo duas candidaturas ao Senado, uma de cada sigla, mas houve resistência de Alexandre Silveira.

Além de Quintão e do grupo que inclui os ex-deputados Patrus Ananias e Nilmário Miranda, ligados à corrente majoritária da Executiva do PT, outra ala do partido em Minas, mais próxima ao ex-governador petista Fernando Pimentel, também defendia a composição com o PSD sem exigência da vaga ao Senado.

Quintão não participou do encontro desta quinta-feira, mas recebeu uma ligação de Kalil, Lula e Lopes durante a reunião e topou o convite para ser vice. Líder do bloco de oposição ao governo Romeu Zema (Novo) na Assembleia Legislativa de Minas, Quintão é próximo ao presidente da assembleia, Agostinho Patrus (PSD), que era o mais cotado inicialmente para ser vice de Kalil. Para facilitar a composição com o PT, Patrus topou abrir mão da vaga na chapa, e deve concorrer a novo mandato de deputado estadual.

Fonte: O Globo

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu