Prefeitura ouve demandas das Federações de Triathlon e Ciclismo de Rondônia


Reunião aconteceu com representantes de ciclistas e esportistas

Porto Velho, RO - Ouvir as demandas da comunidade e estudar melhorias que assegurem a prática esportiva nas ruas de Porto Velho. Esta foi a pauta do encontro realizado, na terça-feira (12), entre a Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran) e a Empresa de Desenvolvimento Urbano (Emdur) junto a Federação de Triathlon de Rondônia e a Federação de Ciclismo de Rondônia.

Os esportistas apresentaram demandas enfrentadas por eles na prática diária do ciclismo, focadas tanto na segurança dos atletas quanto de motoristas e pedestres. Entre as principais demandas estavam a de iluminação, sinalização e a ampliação dos programas de educação de trânsito.

“A gente sabe que no período de pandemia o número de ciclistas aumentou cinco vezes e isso fez até com que o poder público tenha constituído ciclovias, ciclofaixas para o município de Porto Velho. O que a gente precisa agora é aprimorar alguns pontos, como a renovação do convênio entre a Emdur e o Dnit para que o trecho da Unir até o Bairro Novo, ambos na BR-364, seja novamente iluminado.

Sabemos que o município também vem sofrendo com recentes furtos, mas é uma reivindicação louvável destes trabalhadores que, durante a noite e as primeiras horas do dia, usam essas vias para treino”, disse o vereador Alek Palitot, presidente da Comissão de Esportes, Cultura e Lazer da Câmara e que intermediou a reunião.


Porto Velho vem investindo na instalação de ciclovias e ciclofaixas

Para José Henrique, presidente da Federação de Triathlon, a oportunidade de estreitar os laços com o poder público vem como primeiro passo para a promoção de melhorias. “Normalmente o ciclista pedala à noite por trabalhar durante o dia. Sabemos que é um processo lento de melhorias, devido a necessidade de recursos, mas é um debate que precisa ser provocado, estimulado, queremos um apoio”, justificou.

Já o representante da Federação de Ciclismo, José Capistrano, pediu apoio do município para que o trabalho de educação nas ruas seja intensificado e, assim, a população tenha mais consciência e respeite o espaço dos praticantes do esporte e também aqueles que utilizam a bicicleta como meio de transporte.

O secretário da Semtran, Victor de Oliveira Souza, lembrou que a secretaria já vem fazendo a implantação de projetos de ciclovias, ciclorrotas e toda uma estrutura para dar segurança à população, principalmente aos ciclistas.

“Já temos projetos prontos, em execução, e também para serem implantados nos próximos dez anos dentro do plano de mobilidade, que foi concluído recentemente pela prefeitura. Nós temos previsto para todas as já existentes o trabalho de educação de trânsito. Nossas equipes estão em vários pontos da cidade com material explicativo e abordagem que demonstram a forma correta de usar esses espaços.

É preciso a consciência de todos e, claro, avanço nos projetos”, lembrou ele ao destacar que já existem 27 quilômetros de ciclorrotas e ciclofaixas com a estimativa de implantação de mais dez quilômetros até o final de 2022 e a meta de chegar até 50 quilômetros até o próximo ano.

Sobre os apontamentos referentes à iluminação destes pontos, o presidente da Emdur, Gustavo Beltrame, reforçou o empenho da Prefeitura que, constantemente, realiza a manutenção dos pontos de iluminação, como o Espaço Alternativo, que é alvo frequente de vandalismo.

Beltrame ainda destacou os trabalhos já executados, a exemplo da ciclofaixa da avenida Tiradentes que recebeu a instalação de um total de 40 lâmpadas de led com 150 watts cada.

Fonte: Prefeitura de Porto Velho

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu