Aeroporto de Porto Velho deve ter dois andares e passarelas de acesso aos aviões

Há uma expectativa de inclusão de voos internacionais na malha do aeroporto

Porto Velho, RO - 
O Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira, em Porto Velho vai passar por uma grande reforma. O anúncio de novos investimentos foi dado nesta segunda-feira (11), em coletiva de imprensa com o Governo de Rondônia e a Vinci Airports, empresa reponsável pela administração do aeroporto.

O novo aeroporto deve ter 1.700 metros quadrados e terá dois andares. O espaço superior dará acesso as aeronaves por passarelas que serão instaladas no saguão do aeroporto.

Além disso, o objetivo da Vinci é trabalhar com o melhor processamento de passageiros e bagagens no aeroporto, principalmente nos horários de pico, onde o número de pessoas é maior.


Imagem mostra como deve ser o novo aeroporto | Foto: João Vitor Muniz/Rondoniaovivo

Visando adequar esse processamento no número de passageiros, a concessionária também prevê uma infraestrutura capaz de receber conexões nacionais e até internacionais.

“Em conjunto com as companhias aéreas serão definidas essa malha e com quais aeroportos irão se conectar. Sabemos que novas rotas foram instaladas aqui, então temos ciência do potencial de demanda que temos nesta cidade”, disse Karen Strougo, CEO da Amazônia Airports, uma concessão da Vinci Airports.

Voos internacionais

Segundo o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Avenilson Trindade, há uma expectativa de inclusão de voos internacionais na malha do aeroporto.

“Nossa expectativa é que temos investimentos indiretos, como geração de empregos e melhorar a conexão de Rondônia com o Brasil e países vizinhos e, acredito que no médio prazo também, com países de outros continentes”, destacou.



Ainda de acordo com Karen Strougo, o projeto de reforma prevê uma estrutura do aeroporto para o recebimento desses voos. A empresa trabalha em conjunto com as autoridades locais para liberação do alfandegamento e também com as companhias aéreas.

Este projeto que compõe mais detalhes ainda não foi apresentado, devido as licenças e autorizações, que aguardam aprovação das autoridades locais. Se aprovado, a Vinci deve iniciar as obras a partir do segundo semestre deste ano. A previsão de entrega é para 2024.

Fonte: Rondôniaovivo

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu