Rondônia recebe mais duas remessas de doses de vacinas contra a covid-19 do Ministério da Saúde


Vacinas contra covid-19 enviadas pelo Ministério da Saúde ficam estocadas na Central Estadual Rede de Frio da Agevisa

Porto Velho, RO - O Governo de Rondônia recebeu do Governo Federal, na terça-feira (8), uma remessa de 11.700 vacinas pediátricas, específicas para o público de cinco a 11 anos, e na manhã desta quarta-feira (9) 31.590 doses da Pfizer adulta. Com o lote recebido, Rondônia chega ao montante de 3.265.198 doses de vacinas contra a covid-19, recebidas e distribuídas às seis Regionais de Saúde do Estado. São 721.648 de CoronaVac, 919.150 de AstraZeneca, 1.462.500 de Pfizer adulta, 64.400 de Janssen e 97.500 da Pfizer pediátrica.

De acordo com os números do LocalizaSus recebidos até o dia 8 de março, em Rondônia já foram aplicadas 2.663.818 doses de vacinas contra a covid-19, sendo 1.267.270 da 1° dose; 1.044.361 da 2° dose; 300.727 da dose de reforço; 32.989 de dose única e 17.769 de doses adicionais.

Os dados ainda apresentam uma preocupação governamental com a vacinação de uma camada estudantil, que já retornou às salas de aula, e de adultos que faltam completar o esquema vacinal.

“Ainda temos uma defasagem na aplicação da 2ª dose e a dose de reforço, pois a população está esquecendo de retornar às salas de vacinas para completar o seu esquema. A vacinação é um ato necessário para a proteção individual e coletiva, e é reconhecida como uma solução em potencial para o controle da pandemia, aliada à manutenção das medidas de prevenção já estabelecidas” – disse o diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima.


Postos de saúde estão com doses de vacinas disponíveis para atender o público-alvo

Gregório informou que os postos de saúde municipais estão com doses de vacinas disponíveis, para atender o público-alvo do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO) contra a covid-19.

ESTRATÉGIA

O Programa Nacional de Imunizações estabeleceu como meta, vacinar ao menos 90% da população alvo de cada grupo, uma vez que existe uma pequena parcela que possa apresentar contraindicações à vacinação.

Para atender a demanda populacional, a Agevisa desenvolveu estratégias que têm como objetivo evitar o perecimento de vacinas e fortalecer a vacinação no Estado, promovendo resposta rápida, qualificada e efetiva ao serviço de enfrentamento à covid-19 e outras doenças imunopreveníveis.

A cada 15 dias, os municípios enviam o quadro de necessidade semanal de imunizantes da CoronaVac (6 anos ou mais), Pfizer pediátrica (5 a 11 anos), Pfizer (12 anos ou mais), Janssen (18 anos ou mais) e AstraZeneca (18 anos ou mais) à sua respectiva Regional de Saúde; e a cada 15 dias, a Regional de Saúde, por sua vez, consolida a necessidade solicitada de todos os municípios e emite o pedido por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (SIES), do Ministério da Saúde (MS), a Coordenação Estadual de Imunizações.

Para agilizar a chegada das vacinas nos municípios rondonienses, a Coordenação Estadual de Imunizações entrega os imunizantes às Gerências Regionais de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e os municípios por sua vez fazem a retirada das vacinas conforme acordado com sua regional de abrangência.

Fonte: Governo de Rondônia


Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu