Oportunidades de negócios e logística hidroviária no Porto da Capital de Rondônia são apresentadas em São Paulo


Estimativa é que cerca de 50 mil pessoas estiveram no Centro de Convenções São Paulo Expo nos três dias do evento

Porto Velho, RO - Encerra nesta quinta-feira (17) a Intermodal South America, considerada o principal evento de logística, transporte de cargas e comércio exterior da América Latina. A feira que acontece no Centro de Convenções São Paulo Expo, na Capital do Estado de São Paulo, reúne representantes de empresas e institucionais de diversos países como Bélgica, China, Holanda, Canadá e Estados Unidos e ainda, mais de 200 marcas expositoras nacionais e internacionais, com as últimas novidades em produtos, serviços e tecnologias para os setores logístico, intralogístico, de transporte de cargas e comércio exterior.

Marco Figueira destacou as oportunidades de negócios por meio do Porto Organizado

Para os representantes da Sociedade de Portos e Hidrovias de Rondônia (Soph), a participação nessa 26ª edição da Intermodal, está sendo uma grande experiência, sendo essa a terceira vez que o Governo de Rondônia, por meio da Soph, marca presença na feira.

Este ano, o Porto de Porto Velho ganhou protagonismo por meio da palestra “O caminho dos bons negócios”, onde o coordenador de Gestão Portuária da Soph, Marco Figueira, discorreu sobre oportunidades de negócios durante o evento.

O servidor iniciou mostrando as condições logísticas de Porto Velho, que por estar inserida em posição geográfica privilegiada para negócios da cadeia de suprimentos, se consolida a cada dia como rota viável para os mais diversos interessados da economia nacional.

O coordenador também evidenciou as peculiaridades do Porto Organizado de Porto Velho, divulgando as operações, a capacidade e os planos de investimento da Sociedade de Portos e Hidrovias. “Nossa perspectiva é mostrar esse importante equipamento como possibilidade de diferencial competitivo no mercado para investidores interessados em fazer negócios que envolvam o Estado de Rondônia, tanto para importação, exportação, quanto para trânsito pelo território rondoniense”, pontuou.

Ao final, Marco Figueira ressaltou as possibilidades de utilização da infraestrutura do Porto Organizado, direta ou indiretamente, pelos operadores portuários. “A Soph está disponível para esclarecimentos, a fim de se estabelecer como facilitadora dos bons negócios para a economia nacional”.

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO


Na palestra, adjunto da Sedec apresentou visão geral da economia rondoniense

O adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Avenilson Gomes de Trindade, também palestrou na Intermodal sobre “Multimodalidade – Logística Hidroviária a partir de Rondônia”.

Avenilson Trindade apresentou aos participantes da Intermodal, um overview (visão geral) sobre a economia de Rondônia e discorreu sobre as potencialidades mais relevantes do Estado, sendo o Porto de Porto Velho, como alternativa de caminho logístico para as empresas escoarem seus produtos, tanto no sentido da exportação quanto na importação.

“Rondônia tem sido um Estado economicamente emergente muito forte, com taxa de crescimento interessante variando entre 6% e 7% do seu Produto Interno Bruto (PIB) e uma economia crescente se modernizando, atraindo empresas e se transformando em um novo horizonte econômico para o País”, destacou.

A estimativa é que cerca de 50 mil pessoas estiveram no Centro de Convenções São Paulo Expo nos três dias do evento.

Fonte: Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu