Condenado em primeira instância por difamação conta ex-secretário municipal, Jabá Moreira sustenta afirmações e anuncia pedido de recurso

Porto Velho, Rondônia – Condenado esta semana em ação movida por Marco Vasques, ex-secretário de Saúde de Cacoal, o ex-vereador do mesmo Município, Jabá Moreira, declarou que não retira as afirmações que fez contra o desafeto, e que recorrerá da sentença em instância superior.

O fato remete a campanha eleitoral relativa a última sucessão municipal em Cacoal, ocasião em que Jabá na condição de candidato a prefeito fez várias acusações contra Vasques, que também concorreria ao pleito mas acabou se retirando da disputa, ação que foi o foco das afirmações de Moreira.

Na época, o ex-vereador declarou ter havido negociata entre Vasques e outros políticos da cidade na movimentação de bastidores, além de afirmar ter havido fraudes. Porém, a juíza Anita Magdelaine Pérez Belém, afirmou em seu despacho que Jabá não provou o que dizia, por isso o condenou a 4 meses de detenção, sendo a pena privativa de liberdade substituída pelo pagamento de 5 salários mínimos, cujo valor deverá ser destinado a Casa do Idoso - Lar Joana d Angelis.

Jabá, que naquela ocasião concorreu às eleições pelo PROS, divulgou áudios nas redes sociais logo depois da decisão judicial, afirmando que respeita o ponto de vista da magistrada, porém não concorda, por isso mantém todas as afirmações que fez e assegura dispor de documentos que embasam as alegações.

Ele disse que o destaque midiático para sua condenação é estimulado por seu oponente, que por viver no ostracismo aproveita esses momentos para aparecer um pouco na mídia, mas que na verdade trata-se de “coisa semelhante aquilo que o gato enterra”.

Jabá assegura que irá recorrer da sentença, diz que tem plena confiança em sua assessoria jurídica, e que sofre ataques em virtude de não ser corrupto, mas que isso não arrefece sua sanha de trabalhar com honestidade e transparência total em sua vida pública.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu