Segurança fronteiriça, exportações e importações foram pontuadas entre os presidentes do Brasil e Peru, em Rondônia

Governador Marcos Rocha recepcionou o presidente Jair Bolsonaro que esteve em Rondônia para reunião com presidente do Peru

Porto Velho, RO - Com interesses comerciais e logísticos em comum, o presidente da República, Jair Bolsonaro, reuniu-se nesta quinta-feira (3) com o presidente peruano José Pedro Castillo Terrones, no Palácio Rio Madeira (PRM), em Porto Velho, Capital de Rondônia, que serviu como sede do Governo Federal durante o encontro. O evento aconteceu no gabinete do governador do Estado, Marcos Rocha.

O presidente Jair Bolsonaro enfatizou que o Governo Federal visa promover o bom relacionamento com os países vizinhos. “Tratamos das cooperações das mais variadas possíveis, é o espírito de um bom relacionamento que os dois países têm muito a ganhar com isso”, explicou.

O presidente do Brasil afirmou que o fortalecimento da América do Sul é fundamental em um encontro como esse. Para o presidente Bolsonaro, mesmo com questões sensíveis entre os dois países a serem discutidas na data escolhida, o espírito de um bom relacionamento deve sempre prevalecer.

Para o incremento comercial das partes esteve em pauta, as exportações e importações de tomates, flores, ampliação de exportação de carne suína e queijos do Brasil ao Peru e a abertura de mercado de produção de frutas com foco na agricultura familiar. “Os acordos internacionais são muito proveitosos, somente em janeiro, a entrada de dólares foi maior que todo o ano passado”, completou o presidente.


Presidentes do Brasil e do Peru estiveram reunidos no Palácio Rio Madeira

A Rodovia do Pacífico também foi destacada pelo chefe do Poder Executivo Federal, frisando que implementar esta via depende só dos dois países. Segundo ele, haverá tratativas com a bancada do Acre também, mas diferentemente da saída mais ao sul do Brasil, que cruza três países, à saída rondoniense é mais simples de ser concluída e interessa ao Governo Federal.

A segurança fronteiriça esteve no radar de discussões entre os chefes de executivos federais. O governador de Rondônia, Marcos Rocha, ressaltou que o combate aos ilícitos na faixa de fronteira é fundamental para assegurar que o cidadão rondoniense tenha paz na cidade e no campo.

“Recentemente recebemos do presidente Bolsonaro equipamentos para segurança de fronteira e este deve ser o olhar sempre do presidente que conhece as ameaças a um país vindos dos limites nacionais”, observou.

A utilização do setor de inteligência, o uso das tropas do Comando Militar da Amazônia e dos sistemas de vigilância e de proteção de fronteiras, foram ressaltados para garantir a segurança dos dois países, no combate ao crime organizado.

O Peru tem se destacado em crescimento na América Latina desde 2009 chegando a 3% em 2015. A mineração no país andino é o pilar principal da economia, em que o coloca com um dos maiores produtores de ouro, cobre e prata.

Estiveram presentes ao encontro, ministros e parlamentares dos dois países.

Texto: Alex Nunes
Fotos: Daiane Mendonça e Nilson Santos
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu