Operação Lei Seca é intensificada em Porto Velho; ações têm combatido embriaguez ao volante e prendido foragidos da Justiça


Durante abordagem na Operação Lei Seca na última sexta-feira, 4, à noite realizada na rua Sucupira, bairro Nova Floresta, zona Sul de Porto Velho, os agentes de trânsito do Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran-RO) abordaram um condutor visivelmente sob efeito alcoólico. Ao fazer o teste do etilômetro foi constatado 0,92 miligrama de álcool por litro de ar alveolar, caracterizando crime de trânsito. O homem foi conduzido à Central de Polícia onde foi constatado um mandado de prisão em seu desfavor com pena a ser cumprida até 2034.

O diretor de Fiscalização e Ações de Trânsito (Dtfat) e coordenador da Lei Seca em Rondônia, Welton Roney Nunes Ribeiro, afirmou que a operação que passou a ser mais dinâmica e com resultados mais eficientes tem conseguido grandes feitos durante as ações, como abordar pessoas procuradas pela Justiça.

“No Brasil a lei é clara, tolerância zero para quem ingere bebida alcoólica e insiste em dirigir, mas infelizmente muitas pessoas continuam subestimando a justiça, entretanto o Detran tem combatido essa prática”, afirmou Ribeiro.

O coordenador da Lei Seca em Rondônia, explica que são muito comuns durante as ações, recuperarem veículos roubados, com restrições judiciais e clonados. “A operação Lei Seca Presente além de retirar o motorista embriagado das ruas, consegue alcançar outros crimes tão grave quanto dirigir embriagado”, afirmou.

Na operação Lei Seca Presente realizada na sexta-feira, 4, e no sábado, 5, em Porto Velho, foram flagrados 29 motoristas dirigindo sob efeito alcoólico, “um número expressivo de pessoas dirigindo alcoolizadas em nossa cidade, que estavam colocando em risco a própria vida e a de terceiros”, explicou Ribeiro.

Outro fator importante destacado pelo coordenador da Lei Seca, é que as operações estão sendo realizadas com maior frequência nos bairros das zonas Sul e Leste da Capital. O fator surpresa também é predominante para o resultado. Welton Roney explica que no passado a operação era realizada em um único ponto da cidade, com a divulgação da operação nos grupos de whattzapp a ação acabava perdendo efeito.

Agora com mais dinamismo e eficiência a operação pode mudar de endereço várias vezes na mesma noite, nesse final de semana foram realizadas operações na rua Sucupira no bairro Nova Floresta, zona Sul, na rua José Amador dos Reis e na avenida Amazonas, no bairro Agenor de Carvalho, zona Leste de Porto Velho. A dica para quem vai sair para beber bebida alcoólica, é usar outros métodos de locomoção, como carro de aplicativo, carona com quem está sóbrio, táxi enfim, não adianta beber e dirigir, pois o álcool leva um tempo considerável e ainda depende de cada pessoa para ser metabolizado pelo organismo.

A multa para quem dirige sob efeito de bebida alcoólica é de R$ 2.934,70, se o motorista for reincidente em um prazo de 12 meses o valor da multa é dobrado. A operação Lei Seca foi criada no Brasil para reduzir o número de mortes no trânsito.


Texto: Eleni Caetano
Fotos: Eleni Caetano
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu