INMET emite alerta de chuvas intensas com ventos que podem chegar a 100km/h em Rondônia


Previsão é de chuvas que podem chegar a 100 milimetros por dia em todo o estado

Porto Velho, RO - O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu um alerta de chuvas intensas em todo o estado de Rondônia nesta terça-feira (22). A previsão é de chuvas que podem chegar a 100 milimetros por dia e ventos de até 100 km/h.

Atualmente todo o estado está em alerta laranja devido ao volume de chuvas, que podem causar alagamentos, queda de árvores, corte de energia e ainda descargas elétricas.

A previsão desta terça-feira é de tempo nublado com pancadas de chuva isolada durante o dia. Ainda de acordo com o INMET, Porto Velho (RO) está com precipitação acumulada de 96,4 mm, que é a medida da quantidade de chuva por hora pela altura de água caída e acumulada sobre uma superfície plana e impermeável.

Ao Diário da Amazônia a Defesa Civil de Rondônia informou que em nenhuma cidade há risco de deslizamento de terra. Porém, nas margens dos rios há o risco do fenômeno natural chamado de terras caídas. Ele ocorre devido a força centrífuga da água.

O fenômeno pode destruir casas que ficam muito próximas aos barrancos. Além disso, a Defesa Civil de Porto Velho disse que no distrito de Calama, em Porto Velho, há risco de deslizamento de terra, mas em uma área que não oferece risco a ninguém, já que o local fica na zona rural.
Estradas inundadas


No último domingo choveu 96.4 mm na Capital / Foto: Jessie Dias

No último domingo (20), Porto Velho registrou o maior nível de precipitação do Brasil, segundo o INMET, com isso o igarapé Bate Estaca que faz parte da bacia do Rio Madeira transbordou na tarde da última segunda-feira (21).

Com isso, as águas invadiram a Estrada de Santo Antônio. Nesta terça-feira (22) a estrada mesmo alagada é trafegada por moradores da região. O riacho passa pelos bairros Cohab, Castanheira, Caladinho e Aeroclube, na Zona Sul da capital.


Estrada rural em São Miguel do Guaporé – Foto: Divulgação

Em São Miguel do Guaporé, as estradas vicinais também ficaram inundadas. Em alguns pontos a força da água arrastou aterramentos de bueiros que são usados como ponte entre pequenos riachos.
Desligamento da rede elétrica

A Energisa informou que está acompanhando o nível dos rios de Rondônia e que a rede elétrica pode ser desligada em alguns pontos por questões de segurança. O acompanhamento é feito em tempo real com a ajuda de órgãos competentes.

Os eventuais desligamentos de trechos da rede ou de clientes pontuais serão realizados conforme análise de risco para a segurança da população. A empresa lembra que os clientes podem comunicar situações críticas por meio dos canais de atendimento e do 0800 647 0120.
Veja o que fazer em caso de alagamentos:

• Caso a água tenha entrado no imóvel, é preciso estar atento às tomadas e cabos dos eletrodomésticos, pois a água é um condutor de eletricidade;

• Retire os eletrodomésticos da tomada e desligue o disjuntor do medidor de energia. Levante os eletrônicos para evitar danos e busque um lugar seguro;

• Não encoste em postes ou estruturas elétricas para se proteger durante as enchentes;
• Não toque em aparelhos elétricos com as mãos ou pés úmidos;
• Nunca tente desligar ou religar energia da rede elétrica por conta própria;
• Não tente carregar aparelhos móveis, como celulares, em locais úmidos;
• Fique distante de cabos partidos e informe à Energisa imediatamente pelos canais de atendimento;
• Evite ficar próximo de estruturas altas com torres de telefone ou de energia elétrica.

Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu