Galaxy S22: Novo topo de linha da Samsung fica ainda mais parecido com a família Note

Galaxy S22: Novo topo de linha da Samsung fica ainda mais parecido com a família Note

Porto Velho, RO - Modelo Ultra terá caneta S Pen embutida e design com bordas retas; a fabricante também apresentou uma nova linha de tablets


O Galaxy S22 Ultra é um sósia do Galaxy Note 20, com a diferença de que as câmeras não são delimitadas por um retângulo

O processo de fusão entre as principais linhas de smartphone da Samsung deu mais um passo nesta quarta-feira, 9. A fabricante sul-coreana apresentou a nova geração de smartphones Galaxy S, que parece ter absorvido algumas das principais características do Galaxy Note, categoria de celulares que popularizou aparelhos de tela grande e o uso de canetas stylus.

São três novos modelos: S22, S22 + e S22 Ultra, sendo este o dispositivo “híbrido” da família. O Ultra conta com a caneta S Pen embutida e design com bordas retas. Assim, a família Note, que já teve lançamento cancelado em 2021, fica em um “limbo” e perde ainda mais espaço dentro do catálogo da fabricante sul-coreana.

Nos EUA, os aparelhos custarão entre US$ 800 e US$ 1,2 mil – ainda não há informações sobre os preços e a data de lançamento no Brasil. Todos os aparelhos serão compatíveis com a rede 5G.

À primeira vista, os dois dos três novos aparelhos têm aparências já conhecidas na família S. O S22 e S22 + seguem o mesmo design da linha S21: as bordas são arredondadas e há integração do espaço da câmera com a lateral do aparelho – a peça de metal funciona como se estivesse “abraçando” o celular. Já o S22 Ultra é um sósia do Galaxy Note 20, com a diferença de que as câmeras não são delimitadas por um retângulo, ou seja, ficam “flutuando” na parte de trás do aparelho.

As telas do S22 e S22 + têm 6,1 e 6,6 polegadas, respectivamente, enquanto o visor do modelo Ultra é de 6,8 polegadas. Os três celulares estarão disponíveis nas cores preto, branco e verde – os aparelhos S22 e S22 + trazem também a opção de rosa, enquanto o S22 Ultra oferece como cor extra o vinho.

Quanto às câmeras, há poucas novidades no hardware. No S22 e S22 +, assim como nos modelos anteriores, há um conjunto de três lentes traseiras: uma principal de 50 MP (megapixels), uma ultra angular de 12 MP e uma teleobjetiva de 10 MP. A câmera de selfies tem 10 MP.

O S22 Ultra, por sua vez, tem quatro câmeras na parte de trás do celular: uma lente principal de 108 MP, uma ultra angular de 12 MP e duas teleobjetivas de 10 MP. Na frente do aparelho, há uma câmera de 40 MP.


No S22 e S22 +, há um conjunto de três lentes traseiras

Os principais avanços ficam por conta do software para fotografias e vídeos. A família Galaxy S22 terá um recurso chamado Nightography, que ajuda as câmeras a operarem em condições adversas de luminosidade, para além do modo noturno: segundo a Samsung, com uso de inteligência artificial, a função é capaz de ajustar diferentes intensidades de luz em uma cena.

A fabricante sul-coreana também promete vídeos mais estáveis a partir do foco da câmera, que vai acompanhar automaticamente objetos em movimento. Além disso, no modo retrato, a empresa afirma que o efeito “borrado” ficou mais natural.

Uma das principais evoluções dos novos celulares está no processador. Depois de a linha S21 chegar ao Brasil com o processador Exynos 2100, da própria Samsung, a família S22 terá chip Snapdragon 8 Gen 1, da Qualcomm. A mudança promete melhorias, já que, em testes feitos pelo Estadão com o Galaxy S21, o processador da fabricante sul-coreana fazia o celular esquentar bastante, principalmente durante o uso da câmera. Também para aliviar o superaquecimento dos aparelhos, a Samsung remodelou todo o sistema de gerenciamento térmico dos smartphones, com peças mais eficientes na propagação térmica.

A bateria do S22 e do S22 + são de 3.700 mAh e 4.500 mAh, respectivamente, enquanto a versão Ultra tem 5.000 mAh. Aqui, nos modelos mais simples, há um passo para trás em relação aos celulares apresentados no ano passado: as baterias do S21, do S21+ e do S21 Ultra tinham 4.000 mAh, 4.800 mAh e 5.000 mAh, respectivamente. Pode ser um cuidado extra para lidar com o aquecimento do aparelho.

Na parte de memória, os novos modelos mantiveram as especificações dos celulares lançados no ano passado: S22 e S22 + têm 8 GB, enquanto o S22 Ultra oferece opção também de 12 GB. No armazenamento, os dois modelos mais básicos podem ser de 128 GB ou 256 GB, enquanto a versão Ultra chega até a 1 TB.

Depois de o Galaxy S21 Ultra trazer compatibilidade com a caneta S Pen, o modelo mais avançado de 2022 integra o equipamento com o hardware do aparelho: no S22 Ultra, há um espaço no celular para encaixar a canetinha. A S Pen também chega à linha S com aprimoramento na latência, diminuindo o atraso entre o risco na tela e o escrito no celular – esse tempo passou de 8 para 2,8 milissegundos, na comparação com o Galaxy Note 20 Ultra.

Apesar de todos os sinais indicarem o fim da família Note, a Samsung não informou qual será o futuro da linha. A empresa, porém, reconheceu que trouxe funcionalidades da categoria Note para a S.

Para Eduardo Pellanda, professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), esse movimento é resultado de uma estratégia conduzida pela Samsung nos últimos anos. "Minha impressão é de que a Samsung tem colocado a caneta na maior quantidade de dispositivos possível, principalmente em aparelhos premium, incluindo os dobráveis. Dentro dessa tendência, ficou sem sentido existir o Galaxy Note separado", diz.
Tablet

Além dos celulares, a Samsung apresentou uma nova linha de tablets nesta quarta-feira, com três dispositivos: Galaxy Tab S8, Galaxy Tab S8 + e Galaxy Tab S8 Ultra. São os primeiros tablets da marca com suporte à rede 5G.
Os aparelhos Tab S8, Tab S8 + e Tab S8 Ultra têm telas de 11 polegadas, 12,4 polegadas e 14,6 polegadas, respectivamente. Todos os visores têm taxa de atualização que atinge até 120 Hz.

Assim como o Galaxy S22 Ultra, os tablets também têm suporte à caneta S Pen. Na comparação com o Galaxy Tab S7, lançado em 2020, a latência caiu de 9 para 6,2 milissegundos.


Samsung apresenta seus primeiros tablets com suporte à rede 5G

A nova linha de tablets traz funções interessantes para quem quer um usar o tablet para chamadas de vídeo. A câmera frontal é uma lente ultra angular de 12 MP – na versão Ultra, há ainda uma segunda lente angular de 12 MP. Os dispositivos também possuem três microfones, capazes de identificar ruídos e diminuir sons do ambiente automaticamente. Além disso, os tablets gravam vídeos em 4K.

O Tab S8 e o Tab S8 + têm opções de memória de 8 GB e 12 GB – o armazenamento pode ser de 128 GB ou 256 GB. Já o modelo Ultra traz também memória de 16 GB, com armazenamento de até 512 GB, que pode ser expandido para 1 TB com um cartão microSD.

As baterias dos dispositivos variam entre 8.000 mAh e 11.200 mAh. O processador é o mesmo da linha S22: o Snapdragon 8 Gen 1, da Qualcomm.

Nos EUA, os novos tablets custarão entre US$ 800 e US$ 1,1 mil. Segundo a Samsung, apenas o modelo Galaxy Tab S8 será lançado no Brasil por enquanto – a empresa ainda não revelou data e preços para o País.

Fonte: Giovanna Wolf - O Estado de S. Paulo

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu