Gabigol e Flamengo se manifestam por episódio de racismo em clássico contra o Fluminense: 'Inadmissível'

Atacante foi chamado de 'macaco' por torcedor do rival enquanto se dirigia ao vestiário no intervalo da partida deste domingo

Porto Velho, RO - O atacante Gabigol, do Flamengo, foi vítima de insultos racistas de ao menos um torcedor do Fluminense enquanto se dirigia ao vestiário do estádio Nilton Santos durante clássico disputado neste domingo. Em um vídeo publicado nas redes sociais, é possível ouvir gritos de "macaco" direcionados ao jogador, que deixava o gramado no intervalo.

O Flamengo se manifestou por meio das suas redes sociais em solidariedade ao atleta. O clube classificou o episódio como "lamentável". Na saída para o vestiário, o jogador foi provocado pela torcida tricolor e respondeu com gestos para que falassem mais alto.

"O Clube de Regatas do Flamengo repudia veementemente o episódio lamentável ocorrido na partida deste domingo com o atleta @gabigol, que foi vítima de racismo. O clube presta total solidariedade ao nosso atacante. Estaremos sempre ao seu lado, Gabi. Racismo é crime", disse o Flamengo em post no Twitter.

O atacante compartilhou a publicação do clube em segida e afirmou que é "inadmissível que passemos por isso".

"Até quando? Até quando isso vai acontecer sem punição? Jamais vou me calar, é inadmissível que passemos por isso!! Orgulho da minha raça, orgulho da minha cor!!", escreveu.

O Fluminense venceu o Flamengo por 1x0 com gol do meia John Arias, em jogo válido pela quarta rodada do Carioca. Com o resultado, o Tricolor assume a vice-liderança com 9 pontos, mas ainda pode ser ultrapassado pelo Botafogo, que tem uma partida a menos. Já o Flamengo caiu para o quarto lugar com 7 pontos ganhos.

Fonte: O Globo

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu