Mulher grávida de seis meses é agredida pelo companheiro



Uma mulher, grávida de seis meses, foi agredida pelo esposo em Jaru, depois que ele chegou bêbado em casa e por medo, ela não abriu a porta da residência em que moram. Segundo a Polícia Militar (PM), quando a equipe chegou ao local, a vítima estava com um corte na boca.

Aos policiais, a vítima relatou que o agressor arrombou a parede, tirou uma tábua que prendia a porte e entrou na casa. Depois de entrar, uma discussão entre eles começou.

A vítima disse que ele deu uma unhada em seu peito e de acordo com o boletim de ocorrências, havia sangue em sua boca, mas, quando questionada sobre o corte, ela revelou que foi tirar a mão dele e a mão bateu em sua boca.

Segundo a polícia, a vítima se contradizia o tempo todo, dando a entender que não queria dizer nada que pudesse comprometer o agressor. Quando o homem foi preso, ela chegou a agarrar a perna do militar e disse: “Não prende ele, não prende ele”. Os policiais de apoio tiveram que tirá-la e conduzi-la para outro local.

De acordo com a PM, foi constatado que o agressor já tinha praticado agressões físicas contra a vítima, como empurrões e além disso, ele apresenta comportamento possessivo, como proibi-la de trabalhar ou estudar.

A vítima disse aos policiais que se considera dependente financeiramente do agressor e não aceitou o abrigo temporário fornecido pelos órgãos públicos.


Fonte: G1 


Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu