Mansão de Nego do Borel no RJ vai a penhora por dívida de IPTU

Funkeiro teria ignorado inúmeras tentativas de contato. Valores chegam a R$ 27 mil, referente aos anos de 2017, 2018 e 2020

Porto Velho, RO - O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) decidiu pela penhora da mansão do cantor Nego do Borel, localizada no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da capital fluminense. Segundo o processo, o músico acumula dívidas de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) que chegam a mais de R$ 27 mil.

De acordo com a decisão da juíza Katia Nascentes, da 12ª Vara de Fazenda Pública, os valores são referentes aos anos de 2017, 2018 e 2020. O funkeiro teria ignorado inúmeras tentativas de contato. A magistrada, no entanto, determinou que um oficial de justiça vá uma última vez atrás do músico.

“Caso o oficial de justiça avaliador, no cumprimento do arresto, encontre o devedor deverá proceder à sua citação, ou a quem de direito o represente para que, pague em cinco dias, a dívida com os acréscimos legais até o seu efetivo pagamento ou garanta a execução, sob pena de penhora do imóvel e posterior alienação em hasta pública", diz um dos trechos da decisão.

Procurada pela reportagem, a assessoria jurídica de Nego do Borel não retornou até a publicação desta nota. O espaço, no entanto, permanece aberto.

Fonte: R7

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu