Urologista que é referência no Cone Sul de Rondônia desmente boato de que Covid-19 causa “encolhimento” de pênis


Médico, no entanto, admite que doença diminui libido e provoca disfunção erétil

Porto Velho, RO -
Após viraliza nas redes sociais e no WhatsApp casos de homens que disseram ter notado um “encolhimento” de seus pênis por sequelas da Covid-19, a redação do jornal conversou sobre o assunto com o médico Nilton Migiyama, referência em urologia no Cone Sul de Rondônia.

Um dos casos relatados é de um inglês de 30 anos, heterossexual e que afirmou que seu membro ficou 4 centímetros menor após ele contrair o novo Coronavírus. O paciente disse também que as sequelas da doença trouxeram "um profundo impacto na autoconfiança e habilidades na cama"

Migiyama admite ter atendido pacientes que contraíram a Covid-19 e que relataram a ele a diminuição de libido, além disfunção erétil e ejaculatória. O médico explica que isso “é passível de acontecer, pois a Covid é uma doença sistêmica e também causa um stress, afetando o psicológico do homem e consequentemente a qualidade sexual”.

O urologista, no entanto, esclarece que a doença não altera o tamanho do órgão sexual, e diz o que realmente leva a essa sensação masculina: “o que eles percebem é a diminuição do vigor e rigidez peniana, aparentando ficar menor”

Para tratar do problema, o profissional de saúde vilhenense recomenda “orientação, apoio psicológico, correção de alterações metabólicas e hormonais, Inibidores de fosfodiestetases e atividades físicas”


Fonte: Folha do Sul

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu