Trump dará entrevista no dia do aniversário do ataque ao Capitólio


Ex-presidente falará sobre a comissão parlamentar encarregada de investigar o caso, que ele julga ser 'extremamente parcial'

Porto Velho, RO - O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump anunciou nesta terça-feira (21) que dará uma entrevista coletiva em 6 de janeiro, dia em que o ataque ao Capitólio por parte de simpatizantes do ex-magnata imobiliário completa um ano.

Em um comunicado, Trump disse que falará da eleição presidencial de novembro de 2020, na cidade de Mar-a-Lago, na Flórida, e repetiu, sem fundamento, que foi roubada.

O ex-presidente republicano criticou a comissão parlamentar encarregada de investigar esse ataque que comoveu os Estados Unidos e o mundo e a acusou de ser "extremamente parcial". Em vez disso, deveria investigar "as eleições presidenciais fraudulentas de 2020", declarou.

"Darei uma coletiva de imprensa em 6 de janeiro em Mar-a-Lago para abordar esses e outros aspectos", disse.

"Enquanto isso, lembrem-se que a insurreição aconteceu em 3 de novembro", dia das presidenciais, acrescentou.

Trump, que perdeu as eleições de 2020 por mais de sete milhões de votos para o democrata Joe Biden, insinuou nos últimos meses que poderia se apresentar para as eleições de 2024.

A comissão parlamentar à qual se refere tenta esclarecer os fatos de 6 de janeiro de 2021, quando milhares de simpatizantes de Trump invadiram a sede do Congresso dos Estados Unidos para tentar impedir que a vitória eleitoral de Biden fosse validada.

O ex-magnata imobiliário tenta evitar que a comissão obtenha documentos que possam incriminá-lo e, por isso, multiplica os recursos jurídicos, até agora em vão.



Fonte: R7

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu