Rondônia recebe apoio da Organização Pan-Americana de Saúde e Ministério da Saúde para elevar a cobertura vacinal na região Norte


A ação conjunta em apoio ao projeto da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) que tem como objetivo elevar a cobertura vacinal contra a covid-19 nos estados da região Norte, chegou a Rondônia. Profissionais da OPAS se uniram aos profissionais da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e do Ministério da Saúde (MS), além de técnicos municipais, para realizarem as atividades.

“As ações estão integradas com a Atenção Primária em Saúde, principalmente nas localidades com cobertura da Estratégia Saúde da Família (ESF) e de Agentes Comunitários em Saúde (ACS)” – explicou o diretor-executivo da Agevisa, Edilson Silva, que acompanha a ação no município de Guajará-Mirim.

O projeto para elevar a cobertura vacinal contra a covid-19 nos estados da região Norte tem como objetivo: orientar a execução de ações de intensificação vacinal extramuros e de digitação dos registros de vacinados que, por quaisquer motivos, não foram incluídos nos sistemas oficiais de informação; além de propor ações factíveis nos eixos temáticos de imunização, vigilância epidemiológica ou Evento Adverso Pós-Vacinação (EAPV), sistema de informação e comunicação, além de orientar a documentação e o monitoramento da sua implementação.

O presente relatório apresentará as ações desenvolvidas e os resultados alcançados, considerando os indicadores de cobertura vacinal, oportunidade de registros e atrasos nos esquemas vacinais.

INDICADORES

De acordo com o boletim de distribuição e aplicação de vacinas contra covid-19 nos municípios de Rondônia, que demonstra aplicação e percentual de doses, lançado antes do ataque de hackers esta semana ao sistema do Governo Federal, Guajará-Mirim com a estimativa populacional (IBGE 2020) de 36.346 pessoas com idade de 12 ou mais anos, já recebeu um total de 68.487 doses de vacinas contra a covid-19 e aplicou 54.337 doses dos imunizantes. Dessas doses, 29.168 são 1ª dose, 23.290 2ª dose ou dose única, 37 tomaram dose adicional, 1.842 dose de reforço.

O município de Guajará-Mirim recebeu 14 pessoas contratadas pela OPAS, formando equipes de trabalho, com 1 enfermeiro, 1 técnico e 1 registrador, para cada equipe são mais 2 digitadores para inserção das fichas represadas. Cada equipe conta ainda com um carro à disposição para execução da ação.

O diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima, informou que o projeto será executado até 30 de dezembro, e ao final, o município vai gerar relatório do resultado da ação. “Em 3 dias de execução, já foram aplicadas quase 1000 doses, em pessoas que estavam com a vacina atrasada. A união de forças é muito importante. Temos nos esforçados a buscar todos os recursos e apoios possíveis para ajudar a população a se manter vigilante e protegida. A parceria entre as esferas municipais, estaduais, federais e organizações é uma ação de governança, que tem trazido resultados positivos para elevação da cobertura vacinal”, destacou.


Texto: Aurimar Lima
Fotos: Edilson Silva
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu