Polícia descobre que empresas podem ter movimentado R$ 5 milhões com lavagem de dinheiro e comércio ilegal de armas em RO


Ao todo, polícia cumpre 13 mandados de busca e apreensão em Manaus, Porto Velho e Buritis.

Porto Velho, RO - A Polícia Civil, através da Delegacia de Repressão à Lavagem de Dinheiro (DRLD), iniciou nesta sexta-feira (17) a operação Avaritia para combater crimes de lavagem de dinheiro e comércio ilegal de armas de fogos.

Ao todo, são cumpridos 13 mandados de busca e apreensão em casas e empresas nas capitais Porto Velho e Manaus e também na cidade de Buritis (RO).

Segundo a Polícia Civil, a investigação do caso começou após a Draco colher provas em um inquérito que apontou a comercialização ilegal de armas de fogo e de milhares de munições por ao menos quatro empresas ligadas ao mesmo empresário.

Agora a polícia diz que investiga se "houve ocultação ou dissimulação da natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta ou indiretamente, daquela prática delitiva e as medidas cautelares cumpridas nesta data foram deferidas com esta finalidade".


A polícia acredita que o grupo investigado movimentou ao menos R$ 5 milhões através da venda ilegal de munições e armas, ao longo dos últimos anos.


Como parte desse dinheiro pode não ter sido declarado por empresas investigadas, segundo a polícia, pode ter ensejado a prática de crimes tributários.


"Outros elementos de prova até agora amealhados indicam a realização de negócios jurídicos simulados e utilização de ‘laranjas’ para a ocultação e dissimulação de valores", diz a Civil.

Fonte: G1 Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu