OPERAÇÃO CARJACKER - Seis pessoas são condenadas por organização criminosa em Ariquemes


Sexteto furtava veículos na região para revendê-los na Bolívia


Porto Velho, RO - O juízo da 3a. Vara Criminal de Ariquemes condenou seis pessoas por organização criminosa. O bando era liderado por Clodoaldo Miranda Brizola, que também acabou condenado por furto qualificado.

Além de Brizola a organização tinha como membros Douglas Henrique Bispo Nogueira, Eduardo José Correia da Silva, Anderson de Souza, Gabriel Meireles dos Santos e Ebenésio Lima Almeida.

O sexteto foi presso na Operação Carjacker, realizada em março desse ano Porto Velho, Ariquemes, Vale do Jamari e Cone Sul. O grupo roubava e furtava caminhonetes, caminhões e tratores em Rondônia e Acre e trocavam esses veículos por drogas na Bolívia.

Antes disso, os veículos eram adulterados, levados para “desmanches” ou clonados em oficinas clandestinas na cidade de Guajará-Mirim.

Segundo a Polícia Civil, as investigações começaram em 2020. As escutas telefônicas descortinaram o modus operandi da quadrilha. Sob o comando de Codoaldo Brizola, vulgo ´Aldo´, cada um tinha uma função no grupo, desde o ´fotógrafo´, até mesmo os executores do furto, e os batedores que davam proteção aos colegas durante a ação criminosa.

Dos nove denunciados, três foram absolvidos. Clodoaldo foi condenado a 9 anos e 9 meses de prisão no regime fechado; Douglas Henrique 5 anos e 16 dias no semiaberto; Anderson de Souza, 5 anos e 10 meses no semiaberto; Gabriel Meireles dos Santos 5 anos e 16 dias de multa no regime semiaberto; Ebenésio Lima Almeida 5 anos e 16 dias de multa. Eles não poderão recorrer da sentença em liberdade.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu