Avião que seria abatido pela Força Aérea Brasileira faz pouso forçado.


A suspeita de que a aeronave estaria trazendo cocaína da Bolívia 

Porto Velho, RO - Um avião de porte pequeno - monomotor (uma avioneta), clandestino, realizou um pouso forçado numa área de lavoura nas proximidades da área urbana de Vilhena nessa sexta-feira, 10, depois de receber informação que seria abatido no ar, por caças da Força Aérea Brasileira - FAB - de controle do tráfego e espaço aéreo do país.

Segundo informações, após a aterrisagem improvisada, o piloto da aeronave fugiu e está agora sendo perseguido em solo por agentes da Polícia Federal, que estavam à espreita tendo em conta a denúncia de que o avião avião estava carregado de vários quilos de droga, proveniente do território boliviano.

Se supunha que a aeronave não identificada pousaria no aeroporto de Vilhena, mas o piloto, antes disso, fez pouso forçado em outra área da cidade, mas a PF já estava com viaturas esperando a descida do monomotor.

Com a Lei do Abate - aonde aeronaves voando em espaço aéreo nacional tidas como clandestinas podem ser derrubadas, caso não haja identificação do voo e procedência, por aviões de guerra da Força Aérea Brasileira que fazem este tipo de patrulha do céu nacional.

Fonte: RondoNoticias

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu