Acusado de ser o mandante da tentativa de assassinato do radialista ,Justiça mantém a prisão do ex-prefeito João Paciência


Porto Velho, RO - O desembargador Antônio Robles, da 1a. Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Rondônia, negou o pedido de habeas corpus e manteve na prisão o ex-prefeito de Governador Jorge Teixeira, João Alves Siqueira, o João Paciência, acusado de ser o mandante da tentativa de assassinato do radialista Hamilton Alves apresentador do programa “Abrindo o Jogo” da Rádio Nova Jaru FM, ocorrido em 2018.

João Paciência foi preso no último dia 8 de dezembro durante a Operação Sexto Mandamento, em sua fazenda, na região do Município. Além da tentativa de assassinato contra o radialista, pesa também contra o ex-prefeito, a tentativa de homicídio contra Antônio Nunes Fernandes (na época candidato a prefeito da cidade), ocorrida em 4 de julho de 2019. O ex-prefeito é suspeito de outros crimes na região do Município.

Ao negar o pedido, o desembargador disse que a prisão do acusado deve ser mantida em decorrência da gravidade do caso e a periculosidade do ex-prefeito, que resolve suas questões pessoais com desafetos políticos de maneira nada republicana. Em um dos áudios interceptados pela polícia, o acusado estaria contratando outro pistoleiro para ´terminar o serviço´ contra Hamilton Alves e Antônio Nunes Fernandes.

"Quanto ao perigo gerado pelo estado de liberdade do imputado JOÃO ALVES, este mostra-se evidente pois deve ser levado em consideração a gravidade concreta do fato, pois se trata de crime contra a vida.

O pedido formulado pela autoridade policial é extenso pois minudencia cada ponto da investigação e como se chegou ao nome do representado, conforme inclusive retratado na síntese acima. Através das declarações de REGINALDO, extraem-se indicativos de que JOÃO PACIÊNCIA costuma buscar resolver situações ceifando a vida alheia, e para isso conta com o apoio de pessoas da sua confiança.

O programa do radialista é líder em audiência na região central do Estado. A vítima vinha denunciando várias irregularidades na gestão do ex-prefeito e, por isso, estava marcada para morrer em virtude de suas denúncias.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu