Homem preso pela PF em Vilhena armazenando pornografia infantil é deficiente físico e recebe benefício social


Porto Velho, RO - Após receber inúmeras informações, todas especulativas, sobre a identidade do homem que acabou preso pela Polícia Federal nesta semana, em Vilhena, durante uma operação contra o armazenamento e a divulgação de material pornográfico infantil.

Embora tenha cometido um crime constatado durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão na casa onde mora com outros familiares, o investigado é considerado “um coitado”, que inclusive recebe benefício social para sobreviver. Além de baixa renda, é deficiente físico.

Em virtude de sua mobilidade reduzida, a lei autorizou a libertação dele mediante o pagamento de fiança após o interrogatório na delegacia da PF. Mas o acusado responderá a processo na justiça pelas práticas que lhe são atribuídas.

A operação da PF, que encontrou vasto material na residência do suspeito (nenhuma vítima de Vilhena) deixa claro que as investigações podem chegar a gente em melhores condições financeiras e sociais, e que cometem o mesmo tipo de crime em Vilhena.


Foto: Assessoria/PF
Fonte: Folha do Sul Online 

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu