Governo de Rondônia inicia em Porto Velho a 6ª edição do projeto “Enxergar”; mil cirurgias entre catarata e pterígio serão realizadas


O projeto “Enxergar” chega à 6ª edição com as ações sendo realizadas em Porto Velho com objetivo de realizar mais mil cirurgias entre catarata e pterígio (carne crescida nos olhos). Os atendimentos foram iniciados na manhã desta quarta-feira (3), da Unidade da zona Sul do Hospital Samar. Desenvolvido pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, o projeto foi implantado em 2019 e até o momento já realizou 63 mil procedimentos.

Durcelina Matos, irmã do paciente Dorival Matos, de 80 anos, conta como se sente com o projeto realizado pelo Governo do Estado. “Eu agradeço a Deus pela oportunidade. Agradeço também ao governador por ajudar meu irmão e diversas outras pessoas que precisam dessa cirurgia. Meu irmão está com a vista do lado esquerdo comprometida, mas tenho fé que tudo dará certo após o procedimento”, diz

O projeto tem como objetivo zerar a fila de espera de pacientes que aguardam por estes procedimentos em todo o Estado.

Aos 49 anos, Maria Claudenira, diz como essa cirurgia irá ajudar a realizar as atividades do trabalho e de casa. “Sou muito grata por ter sido chamada para realizar o procedimento. Isso irá melhorar na realização das minhas tarefas diárias”, finaliza.

O secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, salienta a importância do projeto para a população da Capital. “ O governador Marcos Rocha, pediu para zerarmos a fila de pessoas que esperam pela cirurgia de catarata e pterígio no estado de Rondônia. Com isso, já realizamos 7 mil cirurgias, 7 mil consultas e 49 mil exames oftalmológicos, tudo para melhorar e aumentar a qualidade de vida de todos que necessitam.” explica Máximo.

O secretário ainda reitera que a ação já operou em vários municípios do Estado. “Isso é o Governo de Rondônia levando saúde para nossa gente, especialmente, interiorizando, levando aos municípios as cirurgias para que não haja a necessidade dos pacientes se deslocarem de suas cidades”.

Com a 6ª edição somando com as próximas, a perspectiva é de que sejam realizadas 4.000 cirurgias, 4.000 consultas e 28.000 exames oftalmológicos. Quem necessitar de consulta oftalmológica, deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima, solicitar a avaliação com o médico e aguardar o setor de regulação entrar em contato para buscar a guia autorizada e encaminhá-lo para cidade contemplada.


Texto: Ludmary Nascimento
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu