Vereador questiona suposto valor exorbitante com aluguel de 12 carros no SAAE em Cacoal


Presidente do SAAE de Cacoal Tiago Tezzari, prefeito Adailton Fúria (PSD) e vice-Cássio Gois (PSD)

Porto Velho, RO - O Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE) determinou o aluguel de 12 carros que ficarão à disposição das atividades da autarquia em Cacoal.

O caso gera questionamentos no município e o vereador Valdomiro Corá (MDB) se posicionou a respeito do assunto através de áudio enviado nas redes sociais.

De acordo com o parlamentar, o aluguel do dos veículos irá resultar no pagamento de R$ 200 mil por mês aos cofres públicos, o que, para ele, “é uma coisa estranha”.

Ele disse que a filosofia de economia do prefeito Adailton Fúria (PSD) é contraditória, já que, enquanto aluga carros para o SAAE, adquire ônibus para o transporte escolar, sem priorizar o transporte de crianças da área rural.

“É uma coisa estranha o município estar alugando com tantos carros da prefeitura e todos os setores das secretarias. O SAAE também tem recursos para comprar carros. As crianças do município estão sem estudar porque o prefeito quer economizar no transporte. E acho que ele está certo. Mas, já que é para economizar, nós também não podemos aceitar que o SAAE alugue carros, que irão custar em média de R$ 200 mil por mês para o município de Cacoal. Nós, como vereadores, vamos fiscalizar esse processo”, avalia.

A reportagem do Extra de Rondônia entrevistou, nesta quinta-feira, 30, o presidente do SAAE, Thiago Tezzari, que esclareceu o caso e rebateu as declarações do parlamentar.

Tezzari informou que a opção de aluguel dos 12 carros – e não a compra – é questão de economia a médio e longo prazo e se faz necessário tendo em vista a segurança dos servidores da autarquia, como os encanadores, que usavam as motos carregando enxadas e outras ferramentas e equipamentos, o que já gerou acidentes e constantes multas junto à Polícia Rodoviária Federal.

Ele explicou que toda a frota (36 motos e 2 carros utilitários) será leiloada, diminuindo excepcionalmente gasto com manutenção e que o aluguel é medida moderna, caminho esse seguido pelas principais companhias de águas do país.

“Estão sendo alugados veículos com tudo incluso, tais como GPS, seguro, manutenção. Ao todo, o aluguel dos 12 carros será de menos de R$ 25 mil por mês, com R$ 1,9 mil cada um, através de contratação por pregão eletrônico como manda a norma.

Nenhuma despesa será repassada ao consumidor, pois a tarifa não sobe há mais de uma década e só é possível aumentar por lei. A atual gestão não tem interesse nenhum em aumentar a tarifa pois a autarquia tem um histórico de superávit”, encerrou.




Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu