Governo de Rondônia ressalta parceria da Polícia Rodoviária Federal no enfrentamento e combate à pandemia da covid-19


Exemplo de instituição pública devotada à sublime missão de apoiar e servir ao cidadão e ao poder público estadual na implementação das medidas de enfrentamento e combate à covid-19, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia foi muito mais que uma instituição de segurança e policiamento das rodovias federais, tendo realizado, durante a pandemia, um importante papel na manutenção da Segurança Pública, mobilidade, logística e direitos humanos dos brasileiros.

De acordo com o agente Andrei Milton, responsável pela Assessoria de Comunicação da instituição, a PRF se desdobrou em ações para servir ao Estado e a população de Rondônia num momento em que todos precisavam se ajudar no combate à disseminação do coronavírus. Neste período, segundo ele, foram realizadas milhares de escoltas, desde as mais simples no início da pandemia, promovendo segurança no transporte de máscaras, luvas e álcool gel até as complexas como a distribuição de vacinas em todo Estado, possibilitando a entrega segura e a tempo, desses nos 52 municípios rondonienses.

SEMANA DA PÁTRIA

O agente federal explicou que falar deste tema em plena Semana da Pátria é emocionante e motivo de muito orgulho para a PRF, que sempre pautou sua missão institucional ao estrito cumprimento da lei, destacando a honra e alegria de servir a grande nação que é o Brasil.

“Este é o sentimento da PRF aqui em Rondônia e em todos os 26 estados brasileiros e no Distrito Federal onde atua, sempre respeitando o regionalismo (cultura) e compreendendo as características de cada unidade”, pontuou o agente rodoviário federal, enaltecendo o Estado e povo rondoniense.

Andrei Milton disse ainda que, desde janeiro de 2020, antes de haver notícias de que o coronavírus já teria cruzado a fronteira do Atlântico, a PRF estabeleceu rígidos protocolos sanitários às rotinas de trabalho existentes, ante a impossibilidade de paralisação das atividades policiais. Por este motivo, segundo ele, os servidores do conjunto de seus recursos humanos que apresentavam alguma comorbidade foram realocados em funções administrativas e/ou trabalho remoto, enquanto que o efetivo apto ao serviço, ocupou estradas e rodovias para garantir a locomoção de pessoas (em geral profissionais da Saúde e Segurança Pública), na distribuição de produtos, equipamentos e serviços essenciais à sociedade.

Sempre demonstrando a honra que tem em vestir a farda da PRF, o agente Andrei Milton comenta que este é o sentimento geral na instituição, e que “cada policial rodoviário federal lotado em Rondônia, seja mulher ou homem, tem orgulho do bom serviço prestado à nação e a certeza de que, em todas as ocasiões em que se fizer necessário, atenderemos ao chamado da sociedade, entregando um serviço de excelência que nos trouxe até o lugar de destaque que ocupamos hoje na sociedade”, finalizou.


Texto: Cleuber Rodrigues Pereira
Fotos: Andrei Milton e Nerdilei Aparecida
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu