Facção proíbe ambulâncias do Samu de entrarem com sirenes e giroflex ligados no Orgulho do Madeira


Uma ocorrência foi registrada por uma guarnição da Polícia Militar do 5º batalhão, nesta semana, após uma ambulância do Samu ter sido abordada no condomínio popular Orgulho do Madeira, situado no bairro Socialista, setor leste de Porto Velho, onde os socorristas terem sidos ameaçados de morte, por
um grupo de homens que estavam fortemente armados que disseram ser membros da facção criminosa “Comando Vermelho”.

Os suspeitos disseram que todas as vezes que a ambulâncias, entrarem no residencial, terão que está com as luzes apagadas, giroflex e sirenes desligados, caso contrário, os suspeitos iram efetuar tiros para matar quem estiver dentro da ambulância. Depois do episódio os socorristas saíram do local e acionaram a Polícia Militar para atender a ocorrência, onde foi feito o registro de uma ocorrência policial.

No outro dia os suspeitos ligaram no telefone do Samu 192, onde fizeram novas ameaças de morte, onde um dos suspeitos teria dito “Vocês estão brincando né, nós vamos sentar o dedo em vocês quando entrarem aqui com as luzes ligadas, pois não vamos ter diferença se é ambulância ou viatura da Pm”. O caso está sendo investigado minuciosamente por uma delegacia especializada.

Na próxima semana a direção do Samu vai protocolar um documento para enviar para o comando do 5º batalhão, pois o Samu só irá entrar no condomínio para fazer atendimento se a Polícia Militar escoltar a ambulância, caso contrário eles não iriam entrar no residencial.


Foto: Da Redação

Fonte: Da Redação

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu