Policial federal aposentado continua sendo o principal investigado, diz delegada sobre morte de técnica



Em entrevista na manhã desta quinta-feira (5), a delegada Leisaloma Carvalho, da Delegacia de Homicídios de Porto Velho, detalhou que o escrivão aposentado da Polícia Federal Raimundo T. A. N., 56 anos, continua sendo o principal investigado na morte da técnica de enfermagem Rosilene Chaves Oliveira, 46 anos, ocorrida na madrugada desta quarta-feira (4).

Após tomar conhecimento do caso, segundo a delegada, os policiais iniciaram as investigações, instauraram um inquérito policial e começaram ouvir testemunhas ainda na noite de quarta-feira (4). “Eu conversei com o médico legista, e fui informada que o laudo ainda não foi encaminhado, ainda está sendo confeccionado”, disse Leisaloma Carvalho.

Sobre o resultado do exame feito pelo Instituto Médico Legal (IML), no corpo de Rosilene Chaves Oliveira, que apresentou resultado inconclusivo, a delegada explica que foram solicitados exames complementares que vão auxiliar na conclusão da causa morte da vítima. “Foi feito exame toxicológico, de álcool e exame de drogas para poder saber o que aconteceu de fato com ela”, disse.

A delegada detalhou que havia lesões no tórax e no rosto da vítima. “Isso não se pode dizer que seria em decorrência da intervenção dele em uma suposta ressuscitação da vítima. Ela foi encontrada nua, ao lado do veículo dele, na garagem da casa por duas testemunhas passavam pelo local”, diz.


Fonte: Rondoniagora

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu