Produtividade do agronegócio de Rondônia chama a atenção de outros estados



Técnicas utilizadas nas cadeias produtivas do café, do leite e do peixe em Rondônia chama a atenção do estado do Acre

O destaque que Rondônia vem ganhando no agronegócio, em especial na produção do café, do leite e do peixe, tem atraído a atenção de diversos estados brasileiros e até mesmo visitantes internacionais para conhecer as técnicas empregadas no setor. Resultado dos investimentos feitos pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e demais órgãos que prestam assistência técnica aos produtores do ramo.

Nesta semana, o gestor da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio do Acre, Nenê Junqueira, veio a Rondônia conhecer o sucesso dos produtores rurais. “Na região Norte, Rondônia é uma referência na cafeicultura, na piscicultura, no leite e na produção de carne. A gente agradece a recepção do Executivo Estadual, que está nos acompanhando, dando toda a assistência. Somos gratos por essa atenção; queremos saber de que forma os produtores estão produzindo aqui”, destaca o secretário do Acre.


Equipe acreana visitou indústria de beneficiamento de café Robusta Amazônico

A agenda acreana em Rondônia começou na “Capital do Café”, Cacoal. A equipe conversou com produtores, visitou lavouras e indústrias, conhecendo um pouco mais a cadeia produtiva do café.

“A meta de Rondônia tem sido investir na qualidade e um exemplo é o investimento na qualidade da cafeicultura, o que tornou o Estado conhecido nacionalmente. É por isso que estados vizinhos estão ansiosos para conhecer e saber quais são nossos segredos para o Estado ser destaque”, pontua Anithoan Figueiredo, gerente de Agricultura da Seagri.

Na primeira visita do dia, a equipe acreana passou pela lavoura que produz um café Robusta Amazônico premiado no 17º Concurso Nacional de Qualidade do Café organizado pela Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), como campeão na categoria canéfora de preparo natural.

“Participar deste concurso nacional nos deu a possibilidade de levar toda a qualidade e sustentabilidade que vem sendo trabalhada em Rondônia para todo o Brasil”, ressalta o cafeicultor Juan Travain, que também é o presidente da Associação dos Cafeicultores da Região das Matas de Rondônia (Caferon).

Uma região que abrange 15 municípios rondonienses, reunindo mais de 10.400 produtores de café. Segundo Travain, Rondônia conta com aproximadamente 17 mil cafeicultores que colheram, em 2020, mais de um milhão e 600 mil sacas de café. Desse total, cerca de um milhão e 200 mil sacas foram produzidas apenas na Região Matas de Rondônia.

Entre esses cafeicultores está Ronaldo Bento, de Cacoal. A qualidade do café produzido no sítio já tornou a família Bento conhecida até mesmo fora do Brasil. “Já teve gente de outro país vindo atrás da gente, querendo até mesmo comprar uma quantidade de café que a gente nem dá conta de produzir, ainda”, enfatiza Ronaldo.

O café do produtor cacoalense já foi premiado em quatro oportunidades no Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé). Em 2020, o café produzido pelos 18 mil pés da lavoura da família rendeu 640 sacas.

CAFÉ COM QUALIDADE

O Concafé tornou-se um grande marco para a cafeicultura no Estado ao estimular os produtores a buscarem cada vez mais a qualidade e a sustentabilidade de sua produção.

Realizado pelo Governo de Rondônia, o Concafé tem o objetivo principal de identificar, premiar e promover os cafés Robustas Amazônicos, com destaque para essas duas categorias: qualidade da bebida e sustentabilidade das propriedades produtoras.


Secretário do Acre conversa com produtor de café e com gerente da Seagri, em Cacoal

As inscrições para a sexta edição do Concafé 2021 já estão abertas e podem ser feitas no Portal do Governo de Rondônia. Neste ano, o Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café quer reunir os produtores de Robustas Amazônicos, concorrendo a mais de R$ 300 mil em prêmios.

“Eu acho importante essa parceria entre os estados. Rondônia tem coisas a nos oferecer, assim como nós também temos. Então é importante essa integração. São estados vizinhos, irmãos! A gente está acompanhando o trabalho do Governo de Rondônia, um Estado muito produtivo e que segue nesse ritmo, incentivando cada vez mais o agronegócio”, concluiu Nenê Junqueira.

“Isso tudo é o resultado do esforço conjunto dos agricultores, de empresários e do Poder Executivo; e temos espaço para crescer muito mais. O concurso do café é apenas um exemplo, além disso, o Concafé vende a imagem de Rondônia para fora e atrai a atenção de outros estados, como o Acre. É motivo de orgulho para nós quando outro estado demonstra interesse em conhecer como Rondônia produz”, evidencia Anithoan Figueiredo.


Fonte
Texto: Giliane Perin
Fotos: Giliane Perin
Secom - Governo de Rondônia

 

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu