<

Obra do novo Hospital de Emergência e Urgência de Rondônia será dividida em módulos

  



Uma nova história para a saúde pública de Rondônia começará com a construção do novo Hospital de Emergência e Urgência

A construção do novo Hospital de Emergência e Urgência de Rondônia marcará uma nova fase para a história da saúde pública do Estado. Depois do anúncio, na quarta-feira (7), do Consórcio Vigor Turé como o vencedor da licitação na Bolsa de Valores de São Paulo, tornando-se assim o responsável pela obra, a previsão é que a construção comece ainda este ano.

A obra será feita com o recurso público, obedecendo todos os princípios da Administração Pública e com transparência e celeridade. Será dividida em módulos, com prazo final para conclusão em 30 meses, a partir do início da obra. O consórcio vencedor da licitação ofereceu o menor valor mensal que foi de R$ 2.889.000, incluindo toda a manutenção predial. E fará história ao construir uma obra do Governo de Rondônia no modelo Built-to-Suit (BTS – construído para servir) que garante mais celeridade na entrega.

De acordo com o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o novo hospital é prioridade de seu Governo e faz parte do Plano Estratégico para dar dignidade à população. A nova estrutura trará um salto na disponibilização de leitos, sendo um total de 399. Para o secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo, Rondônia poderá desta forma atender a demanda de Emergência e Urgência com uma estrutura adequada.


Governador Marcos Rocha destaca que novo hospital trará dignidade para a população de Rondônia

ETAPAS

Após ser finalizada toda a etapa da licitação, o próximo passo é a análise dos documentos da habilitação do consórcio, seguida da assinatura do contrato. Depois disso, o consórcio tem 60 dias para apresentar o projeto arquitetônico do hospital. Assim que aprovado, começará a fazer o licenciamento necessário e então se dará o início das obras, estimada para novembro. O prazo para conclusão será de 30 meses.

A construção do hospital será dividida em três módulos, com prazo de conclusão e entrega de 10 meses para cada. O Estado começará a pagar a primeira parcela quando for entregue o primeiro módulo.

Quanto à localização, foi feito um estudo de viabilidade técnica onde foi definido que o melhor perímetro para a construção fica entre a BR-364, avenida Mamoré e avenida Rio de Janeiro, porém é a construtora consorciada quem irá escolher o melhor ponto específico.


Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Daiane Mendonça/Alex Nunes
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários