FRANGO: Dos cortes ao animal vivo, preços atingem recorde nominal


As cotações da avicultura de corte estão em alta consecutiva no mercado interno, operando em patamares recordes nominais, de acordo com dados do Cepea. O frango vivo vem apresentando valorizações sucessivas, sustentadas pelo alto custo de produção e pela boa liquidez da carne. No mercado da proteína, a competitividade elevada do produto na comparação com as substitutas bovina e suína e o repasse das valorizações do animal mantêm os preços da carne firmes. Já no mercado de cortes e miúdos, as altas mais intensas foram registradas para os produtos mais voltados ao mercado interno como filé, peito e coxa com sobrecoxa.


Fonte: Cepea

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu